RESENHA | O destino das Terras Altas (Os Murrays #1), de Hannah Howell

Em “o destino das Terras Altas”, escrito por Hannah Howell, é o primeiro livro da série Os Murrays e que foi publicado recentemente pela Editora Arqueiro e nesse contexto da Escócia medieval, vamos ter guerra entre clãs, lealdades divididas e amor proibido.

Hannah Howell

COMO TUDO COMEÇOU

Maldie Kirkcaldy e sir Balfour Murray se encontram na mesma estrada. O irmão de Balfour está ferido e Maldie oferece seus serviços como curandeira. Nesse encontro eles acabam descobrindo que existe algo em comum entre eles: um juramento de vingança. Com isso, ambos seguem juntos para essa missão.

Tudo isso seria o destino ou o acaso? Porém, apesar do mesmo objetivo em comum, ela não pode revelar a sua verdadeira identidade, assim como Balfour não pode confiar nela. Mas uma coisa que eles não conseguem negar é o desejo que está dominando entre eles.

Para que o plano ocorra como o previsto, o sentimento entre eles não poderá existir, assim como os segredos precisam continuar trancados. E como tudo isso será possível? É necessário conservar a todo custo o aliado.

Hannah Howell

O QUE EU ACHEI

Este foi meu primeiro contato com a escrita da Hannah Howell e confesso que estava com muita expectativa, tanto pela capa maravilhosa, quanto pelo enredo apresentado. Como já citei em algumas resenhas, estou aos poucos me acostumando com um romance de época/medieval, então eu apostei bastante neste livro, mas ele não funcionou para mim.


"O que ele ainda não sabia, no entanto, era se aquilo era destino, os primeiros sinais do amor ou uma daquelas paixões raras e ofuscantes com que a maioria dos homens sonhava e que poucos experimentavam."

  • Mas por que?

Devo confessar que a escrita da autora é boa. Ela sabe apresentar os acontecimentos de uma forma simples e singela, mas esses acontecimentos demoram muito para acontecer, o que acaba tornando a escrita da mesma um pouco cansativa.

Como já não havia conseguido me prender com o enredo, os personagens também não me conquistaram em nenhum momento. Achei que em alguns a autora mudou o foco principal deles, deixando apenas a paixão dominá-los e devo dizer que não gosto quando os personagens se encontram, se apaixonam loucamente e já estão se entregando completamente.

Sei que isso é um ponto que em muitos romances de época apresenta, mas é algo que ainda me incomoda bastante e nesse livro aconteceu de uma forma superficial. Não conseguia ver de verdade os sentimentos surgindo. Infelizmente não rolou para mim.

  • Mas e aí: há pontos positivos?

Acredito que sim. Todos livros, apesar de não ter funcionado totalmente para mim, eles apresentam algum aspecto positivo e que pode despertar o interesse pelos mesmos e com esse não foi diferente.

Apesar de não ter me conectado com os personagens principais, devo dizer que temos neste enredo uma protagonista feminina forte e que é dona da sua vida. Ela sofreu por ter crescido sem pai e por todos os momentos que sua mãe a fez presenciar, mas soube como ultrapassar essas barreiras para seguir em frente.


"Às vezes, dizer as coisas em voz alta pode trazer clareza."

Assim como o protagonista masculino que sabe a hora de ceder em algum acontecimento, de mostrar todos seus anseios e medos. Ele não é aquele personagem “dono do mundo”; ele sabe expor seus sentimentos e tem um vínculo maravilhoso com sua família: luta e protege a qualquer custo.

O livro aborda algumas discussões políticas, trazendo algumas cenas de batalhas e luta pelo poder. Como citado no começo: há uma briga entre os clãs. Então em determinado momento do livro, tudo irá acontecer e até mesmo se resolver.

E por último, se você gosta de um romance de época com brigas e amor proibido, então indico “o destino das Terras Altas”.


Avaliação: 2,5 ❤ - adicione no Skoob: o destino das Terras Altas
*e-book cedido em parceria com a editora Arqueiro



Título original: Highland Destiny
Escritora: Hannah Howell
Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Lançamento: 2019
Gênero: romance / romance de época / romance medieval

SINOPSE
Quando o destino coloca Maldie Kirkcaldy na mesma estrada que sir Balfour Murray e seu irmão ferido, ela lhes oferece seus serviços como curandeira. Ao saber que tem em comum com sir Balfour um juramento de vingança, decide seguir com ele para cumprir a sua missão.
Mas ela não pode lhe revelar sua verdadeira identidade, sob o risco de ser acusada como espiã. Enquanto luta para negar o desejo que a dominou assim que viu o belo cavaleiro de olhos negros pela primeira vez, Maldie tenta a todo custo conservar o aliado.
Balfour, por sua vez, sabe que não pode confiar nela, mas também não consegue ignorar a atração que nasceu entre os dois. E, ao mesmo tempo que persegue seu objetivo de destruir Beaton de Dubhlinn, promete descobrir os segredos mais profundos dela e conquistar o seu amor. Para isso, não deixará que nada se interponha em seu caminho.

RESENHA | O destino das Terras Altas (Os Murrays #1), de Hannah Howell RESENHA | O destino das Terras Altas (Os Murrays #1), de Hannah Howell Reviewed by PS Amo Leitura on abril 19, 2019 Rating: 5

24 comentários:

  1. Sinto que não tenha se prendido ao enredo e às pernosagens, muito triste quando isso acontece.
    Como gosto da autora de de romances históricos com ambientação nas Terras Altas da Escócia, darei uma chance para a leitura.
    Boa Páscoa!
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma pena mesmo. Mas, de qualquer forma, fico feliz que o livro tenha te chamado atenção. Espero que goste.

      Excluir
  2. Eu até já li alguns romances da Hannah publicados pela extinta Nova Cultural e gostei, mas minhas expectativas pra essa história tem ficado mais contidas pelos comentários que ando lendo dele. A escrita cansativa é uma questão complicada e isso me preocupa um pouco. Ainda assim, eu espero gostar, eu gosto dos medievais e já adquiri o livro, vou torcer pra ter uma experiência melhor que a tua com ele :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você já gosta de um contexto medieval, então pode ser que o livro te chame atenção de uma forma diferente, mas, infelizmente, o livro não me cativou em nenhum aspecto.

      Excluir
  3. Estou entrando nesse mundo literario de romance de epoca nos ultimos dias, e to gostando. Apesar de algumas ressalvas que eu fico meio "como não falam disso aqui???" de alguma cena absurda etc..mas de qualquer forma é um genero bem gostosinho de se ler. Ainda não li nada dessa autora..curti muito a capa do livro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um gênero bom mesmo, mas principalmente quando o enredo cativa, sabe? Infelizmente não foi assim que me senti com este livro, de qualquer forma... a capa é linda mesmo!

      Excluir
  4. Tenho uma série dela pra ler e até hoje nada. Mas gosto de livro nesse estilo e fiquei bem curiosa com essa nova história. Espero gostar. É uma pena quando a gente conhece um autor e o livro nao prende e nao funciona pra nós. Pelo jeito dele e por gostar de coisa assim já espero muito, mas é melhor não ir la com essa expectativa toda então. Também nunca li nada dela e talvez decepcione. Gostei dele, mas aí só lendo pra saber mesmo o que vai sair daí ne =/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que a leitura seja uma experiência completamente diferente para você. Infelizmente o livro não me cativou tanto quanto eu esperava, mas talvez funcione de modo diferente para ti.

      Excluir
  5. Gostei muito da sua resenha.
    Estava de olho nesse livro, mas pretendo ler em outro momento.
    Também não estou tão acostumada com o gênero, mas espero que funcione pra mim.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez não seja o momento de ler agora este livro, mas espero que funcione de modo diferente para ti.

      Excluir
  6. Fiquei sabendo da existência desse livro essa semana, e já fiquei morrendo de vontade der ler.
    Um amor meio proibido, e se passando na Escócia? Já amo <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então com certeza vai adorar este livro, principalmente por ser bem curtinho. Espero que ele te surpreenda positivamente.

      Excluir
  7. Olá Fabiana!
    Apesar da capa maravilhosa, a obra realmente parece decepcionar pela caracterização básica dos protagonistas, que infelizmente não convencem por essa atração instantânea que faz com que as etapas da relação aconteçam rápido demais, sem o contexto apropriado. Como se não bastasse, O Destino das Terras Altas tem o que há de mais cliché envolvendo e Escócia e os highlanders, não surpreendendo quem já conhece o universo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para quem já conhece o universo, com certeza pode se decepcionar um pouco mesmo. Eu, como nunca tinha lido nada assim, não consegui me encantar. Infelizmente deixou um pouquinho a desejar.

      Excluir
  8. Já ouvir falar do livro mais nunca li
    Amei a resenha
    Vou por na lista pra comprar mais na frente com certeza

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apesar da obra não ter me encantado, fico feliz que minha resenha tenha te despertado interesse da mesma forma.

      Excluir
  9. Embora eu não leia com frequência romances de época, o fato do livro explorar essa época medieval é um ponto a mais para me fazer ter interesse pela leitura. Esses pontos que você levantou que fizeram com que a leitura não funcionasse pra você é compreensível, afinal quando os acontecimentos se arrastam e parece que nada acontece é muito ruim. E olha que a trama parece ser interessante com essas coisas de clãs e tudo. Contudo espero ter a oportunidade de ler também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente não funcionou para mim, porém o livro apresenta alguns pontos positivos e espero que você tenha a chance de ler e goste bastante.

      Excluir
  10. Olá Fabiana!
    Estava na maior expectativa por essa resenha. Realmente quando o envolvimento entre casal parece fácil demais não é nem um pouco real life e estraga um pouco o contexto da história. Pode ser que nos próximos livros a coisa mude de figura e os fatos se tornem mais consistentes. Também acredito que toda obra tem algo de bom e nenhuma leitura é perdida. Enfim, ainda tenho vontade de ler a obra, espero fazê-lo em breve.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É... infelizmente a obra não me conquistou como eu esperava, mas, de qualquer forma, ela pode te surpreender em algum ponto. Espero que a leitura seja maravilhosa para ti e que os próximos livros da série sejam realmente bons.

      Excluir
  11. Oi, Fabiana!
    Li a série Os Murrays anos atrás, em versão livros de banca, e apesar de ter me encantando pela série e escrita da Hannah Howell realmente não achei que a história de Maldie Kirkcaldy e sir Balfour Murray foi a melhor de toda a série, mas eu amei a força e garra da Maldie e foi bom não me deparar com mais um protagonista masculino do tipo “dono do mundo”... Enfim, pretendo adquirir essa publicação pela Editora Arqueiro e vou torcer para que a Editora publique os outros livros dessa. Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A editora Arqueiro já confirmou os dois próximos livros da série (aguenta coração!). E sobre o personagem masculino foi o que mais me encantou, sabe? De qualquer forma, o livro não funcionou para mim. Fico feliz que tenha gostado e compre mesmo essa edição. Está linda!

      Excluir
  12. Olá!
    Já tinha visto esse livro mas não tinha tido interesse nele, ao ler a resenha fiquei bastante curiosa pela historia, não é muito o estilo que gosto mas espero conhecer a escrita dessa autora e também da historia.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que a resenha tenha te deixado curiosa. Torcendo para a leitura ser totalmente agradável para ti e te surpreenda.

      Excluir

Tecnologia do Blogger.