[Resenha] Provence

agosto 27, 2017

Escritora: Bridget Asher
Editora: Novo Conceito
Páginas: 368

SINOPSE: "A vida de Heidi com o filho Abbot tornou-se um jogo para manter viva a memória de Henry, bom pai e marido exemplar. Manter uma vida normal em um mundo em que Henry não existe mais está cada dia mais complicado. Heidi precisa lidar com o filho que se tornou um verdadeiro maníaco por limpeza e com a sobrinha Charlotte, uma adolescente problemática.
   Uma casa em Provence, na França, que pertence à família de Heidi há gerações, é rica em histórias de amor e surpreendentes coincidências. Heidi e sua irmã mais velha, Elysius, passavam os verões lá quando crianças, com sua mãe. Mas a casa, as lembranças e os segredos de Provence haviam ficado no passado, mas agora, com o incêndio na propriedade, a casa precisa ser salva por Heide. Ou será que é Heide que precisa ser salva pela casa?
   Uma história de recomeço, amor e esperança em face à perda, onde uma pequena casa na zona rural do sul da França parece ser a responsável por curar corações partidos há anos."



O coração de Heidi está em pedaços: ela está sofrendo a morte de seu marido, Henry, e é obrigada encarar a realidade da situação, pois ela tem um filho para criar; ela precisa de forças também para ajudar Abbot com tudo que aconteceu.

Já passou alguns anos desde que seu marido faleceu, mas Heidi não consegue seguir em frente. Heidi sempre teve vontade de trabalhar na confeitaria e criar diversos bolos de casamento, principalmente. Mas desde que tornou-se incompleta, ela não tem mais vontade para nada, simplesmente faz tudo por obrigação e não por amor.


💬 "O que era insuportável agora? Todas as coisas às quais eu não dera valor e o fato de que, por mais que o tempo passasse, eu continuava querendo mais." (pág. 66)

No dia do casamento da sua irmã, Heidi pensa em dar alguma desculpa para não comparecer porque acha que não irá aguentar toda aquela demonstração de amor em público enquanto ela está sofrendo. Mas uma notícia acaba tirando o foco de Heidi: a casa que sua mãe tem no sul da França, em Provence, foi destruída pelo fogo.

Como sua mãe não pode ir e sua irmã está se casando naquele momento, só resta que Heidi decida enfrentar todos os seus medos e tristeza e seguir em frente. Insistência em cima de insistência, ela acaba cedendo em realizar essa viagem, porém ela não estará sozinha. Heidi irá levar Abbot com ela e Charlotte, sua sobrinha, que está passando por uma fase um pouco rebelde.


💬 "De qualquer forma, é besteira comparar as tragédias. Seja morte ou um divórcio. Todos têm o direito de sentir sua própria dor. É como um presente de despedida. Uma porcaria de presente, mas mesmo assim um presente." (pág. 170)

Essa casa não é uma casa qualquer! Ela pertenceu a outras famílias e cada uma sempre relatou uma história mágica, sempre dizendo como ela é capaz de melhorar vidas, colocar o amor no seu caminho... de fazer milagres; é capaz de curar corações partidos!

Heidi não espera que as coisas mudarão para ela em um novo lugar, mas ela fará isso para que Abbot perca sua mania excessiva de limpeza e tenha novas lembranças, e também por Charlotte para que ela abra seu coração e conte o que realmente a perturba. Mas será que tudo que Heidi vem planejando irá ocorrer? E será mesmo que Heidi não encontrará uma forma de seguir em frente?



Nessa viagem para o sul da França, muitas coisas aconteceram: demonstração de amor, de dor, reencontros não tão amigáveis, fortes revelações, segredos revelados... tudo! Bridget relata tudo de uma forma muito profunda e cativante o que prende a atenção do começo ao fim.

É perceptível como a autora quis demonstrar que o amor que Heidi sentia por Henry era maior que qualquer coisa e nada seria capaz de destruir, nem mesmo a morte - o que achei um ato lindo, devo confessar. No decorrer dos capítulos também é possível perceber a evolução da personagem e como tornou-se forte após essa mudança temporária de ambiente.

💬 "Quando você se sente fechada e começa a se abrir, o que volta à sua vida primeiro? Você pensa em todos os suspeitos de sempre: as sensações, o coração, a mente, a alma. Mas então talvez todas as coisas estejam tão conectadas que você não consiga diferenciar uma palpitação no peito de um aroma, um murmúrio de alma de uma brisa que atingiu sua pele, um pensamento de um sentimento, um sentimento de uma prece." (pág. 210)

Sofri, sim, lendo esse livro, mas também em muitos momentos dei risada. Charlotte é uma adolescente completamente engraçada; assim como também achei a inocência de Abbot completamente fofa; e claro, a determinação de Heidi por querer seguir em frente. Assim como outros personagens que também aparecem durante a história são cativantes!

O livro apresenta uma história linda! É uma história que fala de recomeço, de amor e de esperança. "Provence" é aquele típico livro que traz enormes reflexões e mostra como é possível seguir em frente após um grande sofrimento.

💬 "O amor é infinito. A tristeza pode levar ao amor. O amor pode levar à tristeza. A tristeza é uma história de amor contada de trás para a frente, da mesma forma que o amor também é uma história triste contada do fim para o início. Toda boa história de amor tem muitos outros amores escondidos dentro dela." (pág. 340)

Amor e drama é o forte do livro. Para quem é apaixonada por histórias que traz os dois temas juntos, esse livro é altamente indicado. Então deixe que seu coração seja preenchido com essa linda história e aprenda grandes lições que ele é capaz de trazer em cada capítulo.

Avaliação: ❤❤❤❤❤
*livro cedido em parceria com a Editora.

You Might Also Like

4 comentários

  1. Oi amiga!!
    Que resenha mais linda! Fiquei encantada com a história e com a determinação de Heidi. Fiquei curiosa para conhecer as trapalhadas de Charlotte e a ingenuidade de Abbot e me peguei torcendo para que Heidi encontre alguém que consiga ajudá-la a superar suas perdas. Fiquei curiosa sobre a casa em Provence também! Parece ser um livro lindo e de deixar o coração bem apertadinho!

    Beijinhos!
    Http://leiturize-se.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, amiga <3
      O livro realmente é encantador. Você com certeza irá amar a leitura! Mas realmente prepara o coração porque em muitos momentos ele ficará apertadinho.

      Beijos.

      Excluir
  2. Me apaixonei por esse livro! Amei de verdade, e adorei a resenha! Grande beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada <3
      Realmente o livro é lindo e encantador. Acho que todos deveriam ler!

      Beijos.

      Excluir

curta no facebook

sobre o blog

blog PS Amo Leitura
Blog PS Amo Leitura, 2014
O blog surgiu com o intuito de compartilhar o meu amor pela leitura com todos.

o que estou lendo