Mostrando postagens com marcador Jennifer E Smith. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Jennifer E Smith. Mostrar todas as postagens

[Escritor do Mês] Jennifer E. Smith

quinta-feira, 15 de junho de 2017



Olá, leitores.

Hoje é dia 15, dia de mais um escritor do mês aqui no blog! Dessa vez eu decidi trazer a escritora Jennifer E. Smith. Li apenas dois livros da autora, sendo que um amei e outro nem tanto, porém ainda quero ler tudo que ela escreve.

Leia mais

Resenha | A geografia de nós dois, de Jennifer E. Smith

domingo, 12 de março de 2017

Escritora: Jennifer E. Smith
Editora: Galera Record
Páginas: 272

SKOOB

Sinopse: "Lucy mora no vigésimo quarto andar. Owen, no subsolo... E é a meio caminho que ambos se encontram - presos em um elevador, entre dois pisos de um prédio de luxo em Nova York. A cidade está às escuras graças a um blecaute. E entre sorvetes derretidos, caos no trânsito, estrelas e confissões, eles descobrem muitas coisas em comum. Mas logo a geografia os separa. E somos convidados a refletir... Onde mora o amor? E pode esse sentimento resistir à distância?"
Leia mais

[Se Gostou De] A Probabilidade Estatística do Amor À Primeira Vista...

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

... talvez goste de Namorado de Aluguel.


Dia de indicação.
Leia mais

[Se Gostou De] E Se For Você?...

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

... talvez goste de A Geografia de Nós Dois.


Quarta é dia de indicação de leitura!
Leia mais

Resenha | A probabilidade estatística do amor à primeira vista, de Jennifer E. Smith

domingo, 1 de março de 2015

Escritora: Jennifer E. Smith
Editora: Galera
Páginas: 223
Sinopse: "Quem imaginaria que quatro minutos poderiam mudar a vida de alguém? Mas é exatamente o que acontece com Hadley. Presa no aeroporto em Nova York, esperando outro voo depois de perder o seu, ela conhece Oliver. Um britânico fofo, que se senta a seu lado na viagem para Londres. Enquanto conversam sobre tudo, eles provam que o tempo é, sim, muito, muito relativo. Passada em apenas 24 horas, a história de Oliver e Hadley mostra que o amor, diferentemente das bagagens, jamais se extravia."
"Se o sentimento é verdadeiro, não precisa ficar mostrando para os outros. Tudo devia ser mais simples e ter um significado de verdade." (pág. 53)
Leia mais