5 curiosidades sobre Kristin Hannah

quinta-feira, 28 de maio de 2020

Na terça-feira, dia 26 de maio, ocorreu uma live no perfil da Editora Arqueiro com uma das minhas autoras favoritas: Kristin Hannah. Aproveitei esse momento para trazer algumas curiosidades retratadas durante ela.

Conheça a autora Kristin Hannah

1. Jardim de Inverno é um dos livros favoritos dela.

Imagina você escrever histórias emocionantes e não saber qual você é mais apaixonada? Ao menos, eu me sinto dessa forma quando falamos de Kristin Hannah. Durante a live, um seguidor perguntou qual de suas obras era a sua favorita e ela respondeu "jardim de inverno".

Claro que eu ainda não tinha lido, então assim que a live acabou, o que eu fiz? Iniciei a leitura e em menos de 100 páginas, a autora já conseguiu me arrancar lágrimas.

Conheça:
Meredith e Nina Whiston são tão diferentes quanto duas irmãs podem ser. Uma ficou em casa para cuidar dos filhos e da família. A outra seguiu seus sonhos e viajou o mundo para tornar-se uma fotojornalista famosa. No entanto, com a doença de seu amado pai, as irmãs encontram-se novamente, agora ao lado de sua fria mãe, Anya, que, mesmo nesta situação, não consegue oferecer qualquer conforto às filhas.
A verdade é que Anya tem um motivo muito forte para ser assim distante: uma comovente história de amor que se estende por mais de 65 anos entre a gelada Leningrado da Segunda Guerra e o não menos frio Alasca. Para cumprir uma promessa ao pai em seu leito de morte, as irmãs Whiston deverão se esforçar e fazer com que a mãe lhes conte esta extraordinária história.
Meredith e Nina vão, finalmente, conhecer o passado secreto de sua mãe e descobrir uma verdade tão terrível que abalará o alicerce de sua família… E mudará tudo o que elas pensam que são.


2. Foram 8 meses de pesquisa para escrever sobre a Grande Depressão

A Grande Depressão, também conhecida como Crise de 1929, foi uma grande crise econômica que ocorreu na época e persistiu pelo ao longo da década de 1930.

No livro "a grande solidão", a autora retrata um pouco dessa crise, principalmente com o cenário do Alasca. E para que esse livro ganhasse vida, Kristin Hannah passou 8 meses pesquisando sobre esse marco na história.

Conheça:
Alasca, 1974.
Imprevisível. Implacável. Indomável.
Para uma família em crise, o último teste de sobrevivência.
Atormentado desde que voltou da Guerra do Vietnã, Ernt Allbright decide se mudar com a família para um local isolado no Alasca.
Sua esposa, Cora, é capaz de fazer qualquer coisa pelo homem que ama, inclusive segui-lo até o desconhecido. A filha de 13 anos, Leni, também quer acreditar que a nova terra trará um futuro melhor.
Num primeiro momento, o Alasca parece ser a resposta para tudo. Ali, os longos dias ensolarados e a generosidade dos habitantes locais compensam o despreparo dos Allbrights e os recursos cada vez mais escassos.
Porém, o Alasca não transforma as pessoas, ele apenas revela sua essência. E Ernt precisa enfrentar a escuridão de sua alma, ainda mais sombria que o inverno rigoroso. Em sua pequena cabana coberta de neve, com noites que duram 18 horas, Leni e a mãe percebem a terrível verdade: as ameaças do lado de fora são muito menos assustadoras que o perigo dentro de casa.


3. Uma mulher Belga foi inspiração para "o rouxinol"

Quantas vezes nos perguntamos quais são as semelhanças da vida da autora ou em quem ela se inspirou para criar determinada história, não é? Eu, pelo menos, me pergunto sempre sobre isso.

Na live, ela contou que suas histórias nunca foram inspiradas em pessoas reais, apenas "o rouxinol", onde os relatos da Segunda Guerra, na visão de uma mulher, foi inspirado em uma mulher da Bélgica. Com isso, ela retratou um pouco de sua história e foi sua maior inspiração.

Além do mais, você sabia que o livro vai ganhar adaptação cinematográfica? As gravações, infelizmente, foram canceladas no momento por conta do COVID19, mas o filme irá acontecer.

Conheça:
França, 1939: No pequeno vilarejo de Carriveau, Vianne Mauriac se despede do marido, que ruma para o fronte. Ela não acredita que os nazistas invadirão o país, mas logo chegam hordas de soldados em marcha, caravanas de caminhões e tanques, aviões que escurecem os céus e despejam bombas sobre inocentes.
Quando o país é tomado, um oficial das tropas de Hitler requisita a casa de Vianne, e ela e a filha são forçadas a conviver com o inimigo ou perder tudo. De repente, todos os seus movimentos passam a ser vigiados e Vianne é obrigada a fazer escolhas impossíveis, uma após a outra, e colaborar com os invasores para manter sua família viva.
Isabelle, irmã de Vianne, é uma garota contestadora que leva a vida com o furor e a paixão típicos da juventude. Enquanto milhares de parisienses fogem dos terrores da guerra, ela se apaixona por um guerrilheiro e decide se juntar à Resistência, arriscando a vida para salvar os outros e libertar seu país.
Seguindo a trajetória dessas duas grandes mulheres e revelando um lado esquecido da História, O rouxinol é uma narrativa sensível que celebra o espírito humano e a força das mulheres que travaram batalhas diárias longe do fronte.
Separadas pelas circunstâncias, divergentes em seus ideais e distanciadas por suas experiências, as duas irmãs têm um tortuoso destino em comum: proteger aqueles que amam em meio à devastação da guerra – e talvez pagar um preço inimaginável por seus atos de heroísmo.


4. Amigas Para Sempre vai ganhar série na Netflix

Já podemos surtar com mais essa novidade? A autora contou que o seu livro "amigas para sempre" ganhará vida pela Netflix. Tudo indica que a mesma chegará em dezembro, mas não sabemos se isso realmente vai acontecer. Vamos ter que ler e aguardar ansiosamente.

Conheça:
Tully Hart tinha 14 anos, era linda, alegre, popular e invejada por todos. O que ninguém poderia imaginar era o sofrimento que ela vivia dentro de casa: nunca conhecera o pai, e a mãe, viciada em drogas costumava desaparecer por longos períodos, deixando a menina aos cuidados da avó. Mas a vida de Tully se transformou quando ela se mudou para a alameda dos Vaga-lumes e conheceu a garota mais legal do mundo. Kate Mularkey era inteligente, compreensiva e tão amorosa que logo fez Tully sentir-se parte de sua família. Ao longo de mais de trinta anos de amizade, uma se tornou o porto seguro da outra. Tully ajudou Kate a descobrir a própria beleza e a encorajou a enfrentar seus medos. Kate, por sua vez, a ensinou a enxergar além das aparências e a fez entender que certos riscos não valem a pena. As duas juraram que seriam amigas para sempre. Essa promessa resistiu ao frenesi dos anos 1970, às reviravoltas políticas das décadas de 1980 e 1990 e às promessas do novo milênio. Até que algo acontece para abalar a confiança entre elas. Será possível perdoar uma traição de sua melhor amiga?


5. Vem livro novo por aí

Na live, Kristin Hannah revelou que está trabalhando em seu novo livro "The Four Winds", com previsão de lançamento em 2021 nos EUA. Se eu já fiquei ansiosa e cheia de expectativa para isso? Sem dúvidas!


E para você acompanhar tudo o que rolou na Live, ela está disponível no IGTV da Editora Arqueiro. Então aproveitem!

12 comentários

  1. Oii!

    Da autora eu li o As coisas que fazemos por amor, acho que é esse nome e eu amei! A escrita é fluida e dramatica, eu acho lindo!
    Não li os outros citados no post, mas eu gostei de conhecer um pouco mais da autora por aqui.
    Fiquei feliz pela adaptação tbm! que demais!!

    Beijinhos,
    Ani
    www.entrechocolatesemusicas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A autora é realmente maravilhosa! "As coisas que fazemos por amor" foi meu primeiro contato com a escrita dela e me encantei.

      Excluir
  2. Olá, tudo bem? Ahhh, quantas curiosidades bacanas! Nunca li nada da Kristin Hannah, mas morro de curiosidade, os livros dela parecem ser lindos.

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou suspeita, mas super recomendo as obras dela! Se você gosta de drama familiar, vai amar.

      Excluir
  3. Oiii Fabiana

    Obaaa livro novo da Kristin chegando e achoq ue a Arqueiro deve trazer em breve né, com certeza. Caramba, 8 meses de pesquisa para A grande solidão, por isso os livros dessa autora marcam pelo contexto histórico bem feito, coerente, e isso o que torna o trabalho dela ainda mais intenso para o leitor. Adorei conhecer detalhes da Kristin, e me surpreendi em saber que Jardim de Inverno é seu favorito, jurava que seria O Rouxinol.

    Beijos, Ivy

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou aguardando ansiosamente a Arqueiro se pronunciar com o próximo lançamento da autora. Confesso que descobrir um pouco mais sobre ela na live foi algo que me marcou muito e me deixou extremamente feliz.

      Excluir
  4. Oi Fabiana.

    Eu ainda não tive a chance de ler um livro dessa autora,mas tenho muita vontade de ler Amigas Para Sempre. Além da sinopse ser bem interessante a capa é maravilhosa.

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Amigas para sempre" será a minha próxima leitura da autora e estou bem curiosa, pois o contexto é realmente incrível.

      Excluir
  5. Oi, Fabi! Só li até hoje O Jardim de Inverno e já sou apaixonada por ela. Quero muito ler os outros livros e essa sua postagem me animou bastante!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Li recentemente "jardim de inverno" e adorei também! Espero que você dê novas chances para a autora e se apaixone por suas obras *-*

      Excluir
  6. Oi!
    Ainda não consegui ler nada dessa autora, mas sempre escuto sobre seus livros eles são bem indicados. Vamos ver se esse ano consigo ler alguma coisa dela pois a curiosidade está me matando kkk. Parabéns pelo post e obrigado pelas dicas de leitura, bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale muuuito a pena! Comece por "as coisas que fazemos por amor" ou "o rouxinol". São livros maravilhosos e garanto que você vai se encantar demais por sua escrita.

      Excluir