sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

RESENHA | Quando o sol voltar, de Neide Gomes Barros

Quando o sol voltar” é um livro escrito pela autora Neide Gomes Barros e publicado pela Editora CAB em 2018. Um livro que vai mostrar como lidar com um coração partido e todos os problemas enfrentados na faculdade.

Neide Gomes Barros

O ENREDO

Laura está entrando na qual pode ser a melhor fase de sua vida: está entrando na faculdade para o curso de Administração. Ela precisa deixar seus pais e todos aqueles que ela ama para trás, ir para uma nova cidade e viver seus sonhos. Porém os problemas do passado como um romance mal resolvido e uma história familiar pode assombrá-la por muito tempo.

Neide Gomes Barros
Logo quando chega na nova cidade, Laura pensa apenas em focar no seu estudo, mas o rumo financeiro de sua vida lhe preocupa. Como ela irá pagar os anos seguintes de sua faculdade já que o dinheiro está esgotando?

Focada apenas em estudar – e agora trabalhar – Laura não pensa em mais nada, mas nós nunca escolhemos o destino que nossa vida irá seguir, não é mesmo? Um certo dia, quando estava no seu trabalho, Heitor aparece fazendo seu coração bater mais forte e seus pensamentos começam a mudar.

Só a vida de Laura não segue como ela planejava. Escolhas precisam ser tomadas, seu destino precisa ser decidido.

A PERSONAGEM

Laura é aquela personagem determinada, onde sempre procura o melhor para todos que estão à sua volta e se esforça bastante para alcançar todos os seus objetivos.

Em certos momentos eu me identifiquei com a personagem, pois quando nós temos um grande sonho, fazemos o possível para que ele se realize. Mesmo enfrentando diversos problemas, a forma como Laura lida com tudo foi bem maduro e tudo de cabeça erguida.

Um detalhe: além e tudo, a Laura é workaholic! Infelizmente ela acaba deixando algumas amizades de lado para trabalhar, batalhar e conseguir todos seus objetivos. E eu me pergunto: vale realmente a pena fazer tudo isso? Nesse ponto eu me vi na personagem, pois já passei por uma situação semelhante e hoje sei que isso não faz bem para mim.

"Nem sempre foi fácil, acredite. O tempo nos ensina." (pág. 121)

Neide Gomes Barros

A NARRATIVA

O livro mostra o crescimento da personagem durante a narrativa, desde quando ela decidiu entrar na faculdade, quando estava vivendo este momento até conseguir uma estabilidade e uma carreira que sempre quis. Tudo isso foi bem bacana de ser abordado, porém senti falta da profundidade desses fatos.

A autora Neide Gomes Barros tem uma escrita que é fácil o leitor começar a imaginar os diversos cenários e até mesmo entender os personagens, mas é como citei: a falta de profundidade atrapalhou um pouco nessa questão de viver com mais intensidade todos os momentos no qual a personagem estava enfrentando.

FINALIZANDO...

Neide Gomes Barros
O enredo me trouxe algumas reflexões durante a leitura e uma delas, sem dúvidas, foi que todo mundo já foi um pouco de Laura na vida: uma pessoa completamente viciada em trabalho; uma pessoa que já teve o coração partido em milhões de pedacinhos; uma pessoa que já teve que abrir mão de algo para realizar seus sonhos; uma pessoa que é capaz de fazer tudo por sua família.

Consegue se identificar em algum desses pontos?


+ Concorra a um vale de R$ 30,00 na Amazon. Saiba como!
Avaliação: 3/5 ❤ - SKOOB
Título original: Quando o sol voltar
Escritora: Neide Gomes Barros
Editora: CAB
Páginas: 180
Lançamento: 2018
Gênero: Romance / literatura brasileira / empreendedorismo

SINOPSE
Ao ingressar na Universidade, Laura traz em seu coração as sombras do passado. Um romance mal resolvido, uma história familiar a assombrá-la Preocupada com o rumo financeiro de sua vida e apaixonada pelos livros, dedica-se com afinco ao primeiro emprego.
É então que ela conhece Heitor, o jovem sedutor, de sorriso cativante. Porém, após a formatura, ela mergulha em um dilema. Apesar de amar seu trabalho na Biblioteca e de se apaixonar por Heitor, sabe que precisa definir profissionalmente seu futuro.
Quando menos esperava, Laura recebe uma proposta irrecusável, integrar a equipe de consultores da Satori, uma das melhores empresas do mercado. Sem perceber, ela mergulha cada vez mais fundo na vida profissional.
Enquanto isso, a família, Heitor, Carol, sua melhor amiga, vão ficando para trás. Além de obcecada pelo trabalho, Laura ainda tem que lidar com os fantasmas de seu passado.
Quando, porém, numa noite de Natal, uma perda irreparável arrasa sua vida meticulosamente estruturada, Laura começa a questionar suas escolhas.

36 comentários:

  1. Olá, com certeza me identifico! É muito legal que a autora aborde esses assuntos, trabalhar tanto não é muito sudável, mas nos permitimos por um sonho sempre.
    Gostei muito do livro e da sua resenha ^-^

    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Trabalhar tanto não é saudável para a nossa saúde, mas em algum momento fazemos isso,principalmente quando queremos realizar um sonho.
      Fico feliz que tenha gostado da resenha ;)

      Excluir
  2. Oi!
    Me identifico com quase tudo. Para realizar um sonho temos que fazer escolhas e abrir mão de muita coisa. Futuramente percebemos que algumas dessas escolhas, foram boas e outras nem tanto. Adorei a resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! Quantas coisas não abrimos mão ou mudamos em busca de um sonho, não é mesmo? O importante é que no final, tudo vale a pena.
      Muito feliz que tenha gostado da resenha <3

      Excluir
  3. Me identificando muito! Quase sempre para a gente alcançar um objetivo, temos que abrir mão de algo. Sempre vamos sofrer, por estarmos perdendo algo. Quando alcançamos esse objetivo, ainda é bom, mas quando não :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente alguns processos fazem parte da vida. Geralmente temos que abrir mão de algumas coisas que são importantes para que outras melhores entrem em nossa vida. É tudo um processo, mas que sempre, em algum momento, valerá a pena.

      Excluir
  4. Bom dia linda.
    Não tinha visto sobre esse livro ainda, mais eu amei a premissa do livro, realmente para realizamos nossos sonhos as vezes precisamos fazer alguns sacrifícios que mais lá na frente vamos nos perguntar se vale sacrificar tanto por ele.
    Com certeza vou procurar ler esse livro logo ��
    Amei as fotos e sua opinião sobre o livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado da opinião e das fotos *-*
      Sim, é exatamente essa mensagem que o livro quis transmitir e garanto que transmitiu da forma certa. Sempre tem um porquê em todas nossas escolhas.

      Excluir
  5. Oi Fabiana!

    Super me identifiquei com uma das 'Lauras'
    pela capa eu n daria importância para o livro, mas lendo sua resenha percebo que o livro tem história pra contar, realmente. Fiquei interessada

    Bjoooooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em algum momento de nossa vida já fomos uma Laura ou ainda seremos.
      O livro tem uma grande lição por trás de tudo e isso é uma das coisas mais importantes.

      Excluir
  6. Gostei muito do estilo de narrativa e da premissa de Quando o Sol Voltar, Neide retrata bem uma história que várias pessoas pode se identificar com a protagonista. Adorei a Laura, aparentando ser muito madura pra sua idade e tomada de decisões, adoraria acompanhar sua jornada, desde a faculdade ao sucesso profissional.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gosto de escritas assim: em que nós, leitores, conseguimos nos identificar com a personagem. E é impossível não se identificar com a Laura em algum momento de sua vida.

      Excluir
  7. Amei a resenha; é a 1° vez que leio sobre esse livro e achei bem interessante.
    Laura me parece uma personagem bem real, e com certeza é fácil se identificar com ela em algum momento.
    E eu amo leituras reflexivas.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que é isso que mais gostei no livro: a personagem parecer real. E isso faz com que nós, leitores, nos identifiquemos com o cotidiano da mesma. Adoro essa sensação!

      Excluir
  8. Olá Fabiana!
    A obra, apesar de não apresentar nada de muito original ao leitor, com certeza conquista com a protagonista bem desenvolvida e determinada, sendo fácil para os leitores se identificarem com a mesma. É uma pena que em alguns pontos haja uma carência de profundidade, contudo a isso não parece desmerecer a obra.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apesar de relatar esse ponto, a obra é realmente boa. Talvez se tivesse sido mais explorado, com certeza teria sido uma leitura ainda melhor.

      Excluir
  9. Oi Fabiana! É triste ler um livro cuja premissa nos agrada e até mesmo a narrativa mas os personagens não convencem. Isso fica de reflexão para autores como eu. Vou sempre ficar atenta. ..Quanto ao livro em si o que mais gostei é sim , todos nós fomos Laura um dia.
    Gostei mesmo !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que a minha resenha tenha sido uma boa dica para você.
      Todos nós já fomos Laura, exatamente. E é isso que gostei bastante neste livro.

      Excluir
  10. É tão bom quando livros trazem essas reflexões pra gente, né?
    Pena que não agradou como um todo, mas é uma boa dica também por ser curtinho e uma leitura rapida!

    Beijocas da Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro livros assim! Acho um ponto bem importante para a leitura.

      Excluir
  11. Olá Fabiana!
    Estou fascinada com o quanto me identifiquei com os dilemas da personagem! A autora soube representar muito bem os problemas que diversos jovens enfrentam ao ingressar na faculdade e iniciar a vida adulta. Acho que pelo número limitado de páginas a autora não conseguiu aprofundar alguns fatos, o que é uma pena pois a obra tinha o potencial de ser um ótimo livro. Mesmo assim fiquei curiosa para saber como Laura lidou com tudo isso.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo contigo! Talvez esse fato foi algo que deixou um pouquinho a desejar na leitura, porém, é sempre importante quando um livro nos traz uma grande mensagem. E sim, acredito que a autora conseguiu fazer isso direitinho quando contou a história de uma adolescente entrando para a faculdade e ingressando na vida adulta. Todas nós passamos por isso.

      Excluir
  12. Olá,

    Parece um livro incrível, a autora, pelo seu você relatou, criou uma personagem bem humana, que pode existir em cada esquina. Gosto de livros assim, que nos identificamos com o personagem.

    Rabiscando Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então com certeza iria se identificar com este livro! Adoro quando a autora consegue relatar dessa forma e nos vemos ali, parecendo que está relatando nossa vida.

      Excluir
  13. Somente com sua resenha e suas impressões já me indentifiquei com o livro. Pois os assustou abordados pelo que me parece são coisas que acontece muito na vida real. Amei a resenha.

    http://imagine-livros.blogspot.com/?m=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade. A autora relata muitas coisas que muitas de nós já passamos em nossas vidas e isso é algo realmente bom neste livro.
      Fico muito feliz que tenha gostado da resenha :)

      Excluir
  14. Já vi esse livro pelas redes sociais mas até agora não tinha lido nenhum resenha sobre ele. Sua opinião foi muito boa e o destaque dessa falta de profundidade dos personagens me fez pensar o pq disso ter acontecidos. Será que foi uma questão de elaboração da autora ou realmente um ponto fraco da mesma!? Enfim, quem sabe um dia eu leia tire essas dúvidas. Parabéns pela leitura e valeu pela dica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma questão para pensar e analisar, não é mesmo? Mas só esse ponto que deixou um pouco a desejar no livro. De resto, é um livro que te traz algumas reflexões.
      Fico agradecida que tenha gostado da resenha :)

      Excluir
  15. Só senti que faltou um clímax nessa história. Parece tão comum, ou, como você mencionou, faltou certa profundidade. A capa é linda, mas talvez o gênero não me agrade muito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi exatamente assim que me senti no decorrer da leitura. Talvez se alguns acontecimentos tivessem mais profundidade, com certeza teria agradado muito mais.

      Excluir
  16. Oi Fabiana, sua linda, tudo bem?
    Concordo com você, acho que todos nós já passamos por situações semelhantes, faz parte da vida ter decepções no amor, faz parte da vida precisar trabalhar para realizar um sonho. Faz parte da vida, a rotina nos levar para longe de quem amamos. É difícil viver, aprender como é a grande lição. Parece ser uma boa leitura.
    beijinhos.
    cila.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o que chamamos de vida, não é mesmo? Precisamos enfrentar diversos obstáculos e abrir mão de diversas coisas para ter nossos sonhos realizados e tudo mais. O livro traz uma grande reflexão sobre isso.

      Excluir
  17. Oi Fabiana.

    Eu ainda não tive a chance de ler este livro e pela sua resenha achei a história interessante abordar sobre a personagem ser completamente viciada em trabalho. Vou adicionar na minha lista de desejados para lê-lo. Obrigada pela dica e parabéns pela resenha.

    Bjos
    https://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem nunca foi workaholic pelo menos uma vez na vida?! hahaha Foi isso que mais me chamou atenção na história. Espero que tenha chance de lê-lo e goste.

      Excluir
  18. Oi, Fabiana!
    Personagens determinados igual a Laura, que lutam para alcançar seus objetivos, são as minhas preferidas, por isso já gostei da Laura.
    Pena que não teve uma maior profundidade nos momentos importantes da personagem, mas mesmo assim se eu tiver a oportunidade de ler Quando o sol voltar vou arriscar a leitura sim... Valeu pela dica! Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado!
      Adoro personagens determinados também. Isso faz com que a gente se identifique em muitos aspectos com os mesmos.

      Excluir