PARCERIA | Editora Companhia das Letras é parceira 2019

Esse ano recebi diversas notícias maravilhosas (como já citei da parceria com a Arqueiro, Novo Conceito e Coerência) e ser do time de leitores da Companhia das Letras foi uma sensação maravilhosa!

Companhia das Letras

CONFIRA O QUE VEM POR AÍ

  • Pelo selo Objetiva
Verdade ou mentira? Raramente é assim tão simples. Há mais de uma verdade em relação à maioria das coisas. Quando nos comunicamos, escolhemos as verdades que são mais favoráveis a nossos interesses. 

Podemos selecionar verdades de forma construtiva para inspirar pessoas, encorajar as novas gerações e promover mudanças positivas. Ou podemos optar por aquelas que dão uma falsa impressão da realidade e enganam as pessoas sem de fato serem mentiras. Outros podem fazer o mesmo, usando a verdade para nos motivar ou nos manipular. As verdades são ferramentas neutras e muito versáteis, que podem ser empregadas para o bem ou para o mal. 

Hector Macdonald explora como se usa e abusa da verdade na política, nos negócios, nos meios de comunicação e na vida cotidiana. Com dicas práticas e histórias fascinantes, Verdade é um livro essencial sobre o quanto de nossas ações e opiniões é influenciado pelas verdades que as pessoas à nossa volta escolhem contar. 



Alguma vez você já fracassou em alcançar seus objetivos? E se o problema estiver em sua estratégia?
Um mini-hábito é um padrão de comportamento positivo muito pequeno que nos esforçamos para adotar todos os dias. Quanto mais simples, mais fácil mantê-lo. Esforçar-se um pouco todos os dias é muito melhor do que não fazer nada, e mais efetivo do que fazer muito em um único dia.
Com base em pesquisas da neurociência e da psicologia comportamental, Stephen Guise desenvolve estratégias não convencionais sobre a importância da força de vontade nos planos de ação, e reforça a necessidade de aprendermos como nosso cérebro funciona para que um bom hábito se estabeleça de forma permanente.



  • Pelo selo Paralela
Depois de bater a marca de um bilhão de acessos no Wattpad e se transformar em um verdadeiro fenômeno editorial, After chega às telonas com uma superprodução estrelada por Josephine Langford e Hero Fiennes Tiffin. Esta edição especial inclui capa inspirada no pôster do filme, introdução inédita de Anna Todd e um capítulo extra!
No primeiro volume da série que já vendeu mais de 15 milhões de exemplares no mundo, conhecemos Tessa, uma garota certinha que deixa a casa da mãe e a vida pacata para fazer faculdade. No primeiro dia de aula, ela conhece Hardin, um jovem rude, tatuado e com piercings que implica com seu jeito. Logo, no entanto, os dois se envolvem e Tessa, que era virgem, vê sua sexualidade aflorar. Ela não demora a descobrir que Hardin possui um passado cheio de fantasmas, e os dois começam um relacionamento intenso e turbulento. Depois dele, ela nunca mais será a mesma.



Todo mundo diz que os opostos se atraem. E deve ser verdade, porque não tem nada que explique minha atração por Colin Fitzgerald. Ele não faz meu tipo e, o pior de tudo, me acha superficial. Essa visão distorcida que ele tem de mim é o primeiro ponto contra. Também não ajuda que ele seja amigo do meu irmão.
E que o cara que mora com ele tenha uma queda por mim.
E que eu tenha acabado de me mudar para a casa deles.

Mas isso não importa. Estou ocupada o bastante com uma faculdade nova, um professor que não larga do meu pé e um futuro incerto. Além do mais, Fitzy deixou bem claro que não quer nada comigo, embora tenhamos uma química de dar inveja a qualquer casal. Nunca fui de correr atrás de homem, e não vou começar agora. Então, se o meu roommate gato finalmente acordar e perceber o que está perdendo...
Ele sabe onde me encontrar.



Todos sabemos que certos alimentos causam desconforto e até inflamação. Glúten e lactose têm sido apontados como prejudiciais, para não falar no grande vilão, o açúcar. Talvez você conheça pessoas que gastam um dinheirão por ano com comida diet, fit ou light para se livrar de algumas dessas substâncias. Mas o que aconteceria se descobríssemos que essas não são as raízes da obesidade e de vários problemas de saúde? 

Em O paradoxo dos vegetais, o renomado cardiologista e cirurgião dr. Steven Gundry nos apresenta a lectina — uma proteína encontrada nas plantas que, uma vez ingerida, pode levar nosso corpo a entrar em guerra consigo mesmo, causando mal-estar, ganho de peso, reações alérgicas e até doenças. O glúten, por exemplo, é apenas um dos milhares de proteínas desse tipo. A lectina está presente em vários vegetais que costumam integrar nossos cardápios, muito mais do que podemos imaginar!

Em um livro inovador, Steven Gundry mostra como evitar esse mal, ensinando quais são os alimentos e preparos ideais para nutrir seu corpo corretamente e de forma prazerosa, garantindo saúde e longevidade. 



  • Pelo selo Companhia das Letrinhas
Quando o oficial Rocha e seu cachorro Greg sofrem um acidente, o único jeito de os dois sobreviverem é fundindo a cabeça do cão com o corpo do policial — e é assim que nasce o Homem-Cão, o grande herói da cidade! Com um grande coração, ele sempre espera o melhor das pessoas (e dos gatos), por isso ainda está aprimorando suas habilidades no trabalho.

Nosso herói com olfato apurado para sentir no ar o cheiro da injustiça agora tem um pequeno ajudante felino: o Pepezinho! Juntos, o Cãovaleiro das Trevas e o Supergatinho precisam descobrir o paradeiro de uma grande atriz de cinema que desapareceu na cidade. Será que a babá misteriosa que chegou na cidade tem alguma coisa a ver com essa história? Nossos heróis precisam farejar esse mistério antes que Pepê, o gato mais malvado do mundo, apronte mais uma vez. 



E se Monteiro Lobato resolvesse contar sua história para as crianças de hoje em dia? Descobriríamos como Narizinho, Emília, Pedrinho, Dona Benta, Tia Nastácia e tantos outros personagens do Sítio do Picapau Amarelo foram criados? Essa é a proposta deste livro, escrito por Marisa Lajolo e Lilia Moritz Schwarcz, que dão voz ao próprio Lobato. Narrado em primeira pessoa, o editor, empreendedor, escritor e fazendeiro conta sua vida às crianças e não foge das questões polêmicas relacionadas a ele. O contexto histórico é sempre abordado por meio de boxes complementares.

Com um projeto gráfico especial recheado de imagens e documentos raros, como fotos de Lobato e sua família, cartas do escritor para a mãe e ilustrações das primeiras edições dos livros do Sítio do Picapau Amarelo, essa é uma leitura indispensável para quem quer conhecer a vida do maior autor da literatura infantil brasileira. 



  • Pelo selo Portfólio Penguin
Companhias mergulhadas em crises agudas costumam afugentar até os executivos mais experientes. Não é o caso de Claudio Galeazzi, que se tornou uma das maiores referências do Brasil quando o assunto é reestruturação de empresas em dificuldades. BRF, Pão de Açúcar, Lojas Americanas e O Estado de S. Paulo são apenas algumas que ele ajudou a recuperar.

Neste livro, Galeazzi relembra sua passagem por essas e outras companhias e divide com o leitor as principais lições que aprendeu durante sua trajetória de sucesso. Para isso, vale-se de um estilo franco e pragmático, alternando histórias de bastidores e reflexões que vão interessar de CEOs a profissionais em começo de carreira. Um relato que mostra que, encarando a realidade e enfrentando obstáculos, é possível dar a volta por cima.



  • Pelo selo Seguinte
Ao longo de sua jornada, a paquistanesa Malala Yousafzai visitou uma série de campos de refugiados, o que a levou a pensar sobre sua própria condição de migrante — primeiro dentro de seu país, ainda quando criança, e depois como ativista internacional, livre para viajar para qualquer canto do mundo, exceto sua terra natal.

Em Longe de casa, que é ao mesmo tempo um livro de memórias e uma narrativa coletiva, Malala explora sua própria trajetória de vida e apresenta as histórias de nove garotas de várias partes do mundo, do Oriente Médio à América Latina, que tiveram que deixar para trás sua comunidade, seus parentes e o único lar que conheciam.
Numa época de crises migratórias, guerras e disputas por fronteiras, Malala nos lembra que os 68,5 milhões de deslocados no mundo são mais do que uma estatística — cada um deles é uma pessoa com suas próprias vivências, sonhos e esperanças. 



  • Pelo selo Suma das Letras
Criar George Stark foi fácil. Se livrar dele, nem tanto.

Há anos, Thad Beaumont vem escrevendo, sob o pseudônimo George Stark, thrillers violentos que pagam as contas da família, mas não são considerados “livros sérios” pelo escritor. Quando um jornalista ameaça expor o segredo, Thad decide abrir o jogo primeiro, e dá um fim público ao pseudônimo.

Beaumont volta a escrever sob o próprio nome, e seu alter ego ameaçador está definitivamente enterrado. Tudo vai bem. Até que uma série de assassinatos tem início, e todas as pistas apontam para Thad. Ele gostaria de poder dizer que é inocente, que não participou dos atos monstruosos acontecendo ao seu redor. Mas a verdade é que George Stark não ficou feliz de ser dispensado tão facilmente, e está de volta para perseguir os responsáveis por sua morte.



  • Pelo selo Quadrinhos na Cia
Com o tumultuado cenário político da Chicago dos anos 1960 como pano de fundo, Minha coisa favorita é monstro é narrado por Karen Reyes, uma garota de dez anos completamente alucinada por histórias de terror. No seu diário, todo feito em esferográfica, ela se desenha como uma jovem lobismoça e leva o leitor a uma incrível jornada pela iconografia dos filmes B de horror e das revistinhas de monstro.
Quando Karen tenta desvendar o assassinato de sua bela e enigmática vizinha do andar de cima — Anka Silverberg, uma sobrevivente do Holocausto — assistimos ao desenrolar de histórias fascinantes de um elenco bizarro e sombrio de personagens: seu irmão Dezê, convocado a servir nas forças armadas e assombrado por um segredo do passado; o marido de Anka, Sam Silverberg, também conhecido como o jazzman “Hotstep”; o mafioso Sr. Gronan; a drag queen Franklin; e Sr. Chugg, o ventríloquo. 
Num estilo caleidoscópico e de virtuosismo estonteante, Minha coisa favorita é monstro é uma obra magistral e de originalidade ímpar.



  • Pela Companhia das Letras
“Este é um livro imaginado para auxiliar quem deseja escrever textos de ficção.” O escritor e professor Luiz Antonio de Assis Brasil registrou aqui sua experiência ao longo de 34 anos ininterruptos de trabalho com a Oficina de Criação Literária da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, e também no programa de pós-graduação em escrita criativa na mesma universidade.

Com a perspectiva de um ficcionista dialogando com outros ficcionistas, ele apresenta ferramentas indispensáveis para a formação de um escritor. Avesso a fórmulas, Assis ressalta o papel da leitura constante de obras literárias para quem ser se tornar autor de ficção — e são essas obras as grandes referências de seus cursos e deste manual indispensável, que contou com a colaboração do escritor e ex-aluno Luís Roberto Amabile. 



Um homem é assassinado num quarto de um hotel do centro da cidade. Um cadáver é encontrado numa mala quando um passageiro do navio tentava jogá-la ao mar. Um corpo de uma mulher é descoberto ao se içarem as bagagens de uma embarcação.

Neste livro, Boris Fausto reconstitui três crimes que abalaram a São Paulo do início do século XX, transportando o leitor a uma cidade que fervilhava com a modernização e a chegada de imigrantes — e se tornava palco de incidentes curiosos que alimentavam tanto as manchetes dos jornais quanto o imaginário da população. A partir de pesquisas em documentos da época, o historiador compõe uma narrativa envolvente, que se entrelaça a uma arguta reflexão sobre a repercussão dos episódios na imprensa, os julgamentos morais e as questões de gênero. 



O mundo está em crise. Da Rússia, Turquia e Egito aos Estados Unidos, populistas autoritários tomaram o poder. Os cidadãos estão perdendo a confiança em seu sistema político. Como resultado, a própria democracia corre perigo. 

De um lado, o toma lá, dá cá se tornou moeda de troca política e excluiu a população das tomadas de decisões fundamentais, criando um sistema de “direitos sem democracia”. De outro, governantes antiestablishment defendem restituir o poder ao povo e lutar contra todo e qualquer obstáculo institucional, mesmo que isso signifique criar, na prática, uma “democracia sem direitos”.

Em O povo contra a democracia, Yascha Mounk faz uma análise precisa sobre esse cenário comum a diversas nações— e analisa o caso brasileiro no prefácio exclusivo a esta edição. É possível reverter a situação e assegurar os valores democráticos? Sim, mas não há tempo a perder. 




11 comentários:

  1. Parabens pela nova parceira!!! Quero muito ler os livros da Elle Kennedy pra ler esse aí de lançamento, só ouço elogios a ela!

    ResponderExcluir
  2. Meus parabéns por mais essa conquista.
    Você super merece

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela parceria!
    Sou muito fã dos selos da Cia. e tem muita coisa incrível chegando.
    Que seja um ano de boas leituras para você.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Uhuuuuuuuuuuuu
    PARABÉNS!!!!
    Meu sonho de princesa hahahaha
    Mt coisa legal vindo por aí

    Bjoooooooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Amo essa editora e os selos dela, é muito livro legal pra ficar ligado. Parabéns pela parceria!

    ResponderExcluir
  6. Fabiana!
    Que linda parceria!
    Acho a Companhia das letras uma das editoras mais completas com seus diversos selos e ainda infantis também.
    Parabéns!
    Que venham ótimas resenhas.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  7. OLá Fabiana!
    Parabéns por mais uma parceria! E não sabia que a Companhia das letras tinha tantos selos. Achei incrível o livro O Paradoxo dos Vegetais, uma leitura indispensável para pesquisadores estudantes de nutrição (como eu haha). Longe de Casa me pareceu uma leitura bem emocionante, e ainda por cima temos lançamento do mestre King! Assim fica difícil economizar.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Parabéns! Por todas as conquistas! O blog foi do time de leitores por alguns anos e este ano nós conseguimos a parceria fixa! Bacana quando tem reconhecimento assim! Não vejo a hora de conferir todos os lançamentos também! Parabéns!

    Bjoxx ~ Aline ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  9. Olá Fabiana!
    Toda semana praticamente tem anúncio de nova parceria, parabéns pelo crescimento do blog! Gosto quando uma editora é versátil atende ao mais diversos públicos, e a Companhia das Letras possui selos que agradam todas as idades. Espero poder ler várias resenhas dessas novidades.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Olá, que alegria!! Parabéns pela parceria grupo cia tem ótimas obras publicadas é uma das editoras que mais admiro, amei cada livro mencionado, seria difícil escolher um, beijos!

    ResponderExcluir
  11. Oiê, Fabi!
    Você está arrasando nas parcerias hein? Parabéns por mais essa parceria! Ficarei daqui acompanhando tudo!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.