Resenha | A melhor idade, de C. Nan Bianchi

A melhor idade” é um lançamento da C. Nan Bianchi e diferente da premissa romântica na qual estamos acostumados em sua escrita, dessa vez a autora apostou em uma ficção distópica e que vai abordar assuntos importantes e trazer algumas reflexões.

C. Nan Bianchi


São só palavras e palavras não me ferem. Mas magoam, ah, isso eu não posso negar.

Você já imaginou conquistar tudo que sempre sonhou, mas quando isso aconteceu, percebeu que era algo totalmente do que esperava? Isso aconteceu com a nossa personagem Alice. Ela finalmente conquistou a sua aposentadoria, mas o salário era suficiente apenas para o básico: contas, plano de saúde e remédios.

Talvez o dinheiro não fosse o maior de seus problemas. Alice é uma senhora sozinha, pois seus filhos e netos nunca encontram tempo para ela. Uma triste realidade que se você parar e analisar, isso acontece em nossa volta. Quantos jovens acabam deixando seus avós de lado? Então logo de cara eu já percebi que esse seria um livro diferente.


Mas, voltando ao assunto do livro, Alice estava cansada dessa vida. Ela achava que merecia muito mais; uma vida emocionante, com experiências que não pudesse descrever. Então foi quando ela decidiu investir todo o seu dinheiro em uma empresa que projetava tudo aquilo que ela almejava: emoções e aventuras.

O Programa Melhor Idade, da Myriad que é uma empresa líder no mercado há mais de cinquenta ano, proporciona uma realidade imersiva. Já que ela acabou de completar 60 anos e decidiu que era hora de curtir a sua vida e encontrar sua felicidade. É quando essa decisão de sua vida começa a mudar todo o desfecho da sua história.

É incrível como fantasmas da lembrança te visitam com frequência quando tudo o que quer é esquecê-los, silenciar suas vozes.

C. Nan Bianchi


Diferente? Eu diria que com certeza sim. Eu acredito que é a primeira vez que leio algo com essa temática. Já imaginou você ter tudo aquilo que sempre sonhou em um piscar de olhos? Imaginou sua vida mudar completamente após os 60 anos e você encontrar aquilo que faltava em sua vida? É realmente algo inimaginável e único.

O que eu mais gosto da escrita da C. Nan Bianchi é a forma como ela consegue prender o leitor desde o primeiro capítulo e transportar para outro universo. Neste livro, ela teve o dom de me fazer sentir uma senhora, de 60 anos, vivendo todos aqueles dilemas e enfrentando diversas mudanças.


Em alguns momentos eu não sabia o que pensar sobre à proporção que tudo tomaria. Como Alice viveria com aquela nova realidade? Apesar do livro já começar com grandes emoções após a decisão da personagem em participar do Programa Melhor Idade, tudo começa a desencadear quando ela recebe uma mensagem estranha em seu aniversário.

Durante a narrativa do livro, alguns pontos são apresentados e que nos faz refletir, assim como citei acima. Apesar de ser uma distopia, muitas coisas que abordadas durante cada capítulo é uma alfinetada ao mundo que vivemos. É aquele livro que traz diversos dilemas morais e reflexões sobre o amanhã.

A diferença não é o inimigo. A diferença é a escolha, é a identidade, é a fé. Todos têm a sua. E todos merecem respeito.

A melhor idade” é aquele livro para ler rapidamente, de uma só vez e deixar a imaginação voar, acreditar e duvidar de muitas coisas, e no final, te surpreenderá em diversos aspectos.

A ideia de uma realidade perfeita pode ser atraente à princípio, mas com o passar do tempo, a sensação é de vazio, de viver uma grande mentira. Porque a perfeição é definida em função dos olhos de quem vê e nem todos nós vemos da mesma perspectiva.

adicione no skoob: a melhor idade | 4,5 ❤
*e-book em parceria com a autora.

Título original: A melhor idade
Escritora: C. Nan Bianchi
Editora: Publicação Independente
Páginas: 121
Lançamento: 2019
Gênero: distopia / ficção científica / literatura nacional


SINOPSE
“Bem-vindo à Melhor Idade.
Você conquistou sua sonhada aposentadoria, mas o salário dá apenas para pagar as contas, plano de saúde e remédios? Seus filhos e netos não tem tempo para você? Acredite, você merece bem mais que isso, você merece uma vida emocionante, com experiências incríveis e grandiosas. Invista na sua felicidade, não deixe sua herança para quem se esqueceu que você existe.
Com uma pequena entrada e mensalidades equivalentes aos proventos da sua aposentadoria, você vai poder desfrutar de emoções e aventuras que apenas os mais privilegiados desse mundo poderiam dispor. Com a Myriad a vida dos seus sonhos está ao seu alcance.
Há cinquenta anos líder no mercado de realidade virtual imersiva com taxa zero de desistência em nosso programa Melhor Idade. Venha ser nosso cliente. Satisfação garantida ou sua vida de volta.”
Alice acaba de completar os setenta e está pronta para entrar no Programa Melhor Idade e finalmente curtir a vida, mas uma mensagem estranha recebida no dia do seu aniversário parece ativar um relógio que vai desencadear eventos surpreendentes e inimagináveis.
Uma ficção distópica perturbadora que traz diversos dilemas morais e reflexões sobre o amanhã.


Resenha | A melhor idade, de C. Nan Bianchi Resenha | A melhor idade, de C. Nan Bianchi Reviewed by PS Amo Leitura on novembro 11, 2019 Rating: 5

12 comentários:

  1. Quando a resenha é tão maravilhosa que a pessoa não sabe lidar!! 😱😱😱 Amei demais, Fabi! Obrigada sempre pelo carinho ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando o livro é maravilhoso e a autora também, nem temos palavras para expressar tudo! Fico feliz que tenha gostado, Carol! Foi de coração. <3

      Excluir
  2. muito bacana conhecer esse livro pela sua resenha, as quotes do livros sao mt bacanas e fiquei curiosa pra ler

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  3. Oi Fabi!
    Devo dizer que a resenha já me conquistou pelo título do livro, não é fácil encontrar literatura que tenha como foco pessoas de idade, é como se o fato delas serem "velhas" não trouxesse nada de interessante, mas, claramente esse livro mostra exatamente o contrário não é mesmo? Achei muito interessante a premissa dele, se eu tiver oportunidade eu sem dúvidas irei conferir!!

    Beijos!
    Eita Já Li

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que tenha oportunidade de ler porque é um livro bem interessante e que vale a pena conhecer.

      Excluir
  4. Oi!
    É a segunda resenha que leio desse livro, fiquei curiosa pelo enredo e se tratar de uma senhora com idade avançada quer ir atrás de aventuras. Parabéns pela resenha, esse livro é totalmente diferente dos outros que li, e está anotado a dica. Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é bem diferente mesmo e tem uma leitura bem rápida. Vale a pena conhecer.

      Excluir
  5. Eu acho a premissa desse livro bastante promissora. Me parece que a autora consegue falar bem sobre o assunto, mas eu quero muito ler para poder saber se é bom quanto eu imagino.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou suspeita porque acho a escrita da Carol incrível. Espero que tenha a chance de ler e curta também.

      Excluir
  6. Nossa, a temática muito atual e penso que deveria ter programas para fortalecer algumas pessoas sobre aposentadoria e o depois. Como você nunca li ou soube de algum livro que abordasse o tema como a autora o fez. Já para minha lista de desejos. Hahaha.

    Bjo
    Tânia Bueno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você leia e curta. Achei uma leitura bem diferente e que vale a pena conferir.

      Excluir

Tecnologia do Blogger.