Não gostei do livro, e agora?

Você vê muita gente lendo determinado livro, amando, avaliando com cinco estrelas e quando você lê, ele não é tudo isso. E aí você pensa: “não gostei, e agora?”. Pois é. Essa sensação é super comum quando desejamos um livro muito aclamado pela mídia. Como lidar com todos esses mistos de emoções?

dicas


Expectativas foram criadas

Acho que não tem outro jeito de definir o post, né? É normal que quando vemos um livro, criamos inúmeras expectativas, principalmente se for daquele autor que você ama ou se for um livro que você estava esperando há muito tempo, mas acontece que às vezes colocamos expectativas demais em cima de uma obra.

Eu sou uma pessoa que coloco muita expectativa em um livro e às vezes sou surpreendida positivamente, outras nem tanto. Não é errado você fazer isso, afinal, nós, apaixonados por livros, queremos conhecer histórias diferentes, embarcar em diversos universos, desvendar mistérios e tudo mais. É comum, mas se culpar por não gostar de um livro, não.

Vou dar como exemplo um livro que eu sei que todo mundo ama, mas não funcionou para mim que foi “corte de espinhos e rosas”. Eu vi tantas críticas positivas desse livro e só conseguia pensar: “Que releitura incrível! A obra deve ser maravilhosa do começo ao fim”, mas aí eu dei uma chance e não consegui passar dos 50% do e-book.

Achei uma leitura cansativa e parada. Não me prendeu e não me conquistou. Logo de cara não quis largar o livro, ainda insisti um pouco mais para tentar ler, mas chegou um momento que falei “não dá!”. Tinha outros livros me esperando na estante e a leitura não rolava, então por que continuar? E foi assim que criei expectativas (e abandonei o livro).

-

É comum você não gostar de uma obra

É comum você ficar com pena de largar (outras pessoas já me contaram que não tem dó) e é comum muitas pessoas olharem para você e falar “nossa, como assim você não gostou desse livro?”, mas o que seria do mundo se todos tivessem o mesmo  gosto que você?

Você pode não gostar de um livro, mas você tem que saber respeitar as pessoas que gostam, assim como as pessoas que amaram determinada obra tem que respeitar as opiniões controversas. É muito chato quando falamos “não gostei de tal livro” e você já recebe olhares de julgamento.

Vou dar um exemplo de algo que aconteceu comigo, mas de forma inversa. Uma pessoa solicitou uma dica de livro e eu dei. Outra, totalmente aleatória, veio nessa postagem e falando “aham, tá bom, você tá totalmente errada”. E eu fiquei me perguntando: por que eu estou errada? Por ter gostado de um livro? Por ter indicado?

Viu como até mesmo em situações inversas não devemos criticar alguém? Se você não gostou de um livro, ok. É normal. Faça um texto, expresse seus sentimentos, coloque todas as emoções que aquele livro te causou (mesmo que não boas), mas fale sobre ele. Vale ressaltar que para você colocar suas emoções em um papel, você não precisa detonar uma obra, ok?

-

Leia o que te faz bem

Um ponto importante é ler o que você quer, o que você gosta, o que te faz bem. Muita gente fica pensando que é necessário ler determinado livro porque todo mundo já leu, menos você, mas desencana! Você não precisa ler um livro porque ele está em um hype total, apenas se você tiver vontade de lê-lo.

Assim como vejo muita gente desesperada para começar um clássico. Mas esse é o seu momento? Você está pronto para ler um clássico? Afinal, a escrita é diferente e há muitas traduções por aí que podem dificultar a leitura e até mesmo você se apegar com a obra. É como eu já disse: leia um clássico se você realmente quiser ler um.

E para finalizar, se você ler uma resenha negativa de uma obra que você quer muito ler, leia mesmo assim. Nada como você ler, tirar as suas próprias conclusões. E se você ler e não gostar, vida que segue. Todo livro é uma experiência nova e aprendizado, então leve isso como uma experiência e fim.

Não gostei do livro, e agora? Não gostei do livro, e agora? Reviewed by PS Amo Leitura on outubro 31, 2019 Rating: 5

13 comentários:

  1. mts vezes a gente cria expectativas e acaba nao curtindo mesmo, mas acho que tudo bem, é só partir pro proximo livro

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, mas infelizmente a gente se cobra muito sobre isso.

      Excluir
  2. eu nem lembro o tanto de vezes que eu fiquei desejando um livro simplesmente pelo fato de todo mundo estar falando bem dele! hahahahahaha
    e, sério, todos os livros que eu fico desejando por ver todo mundo falando não me agradam, é muito real isso. Então eu fico na minha, acabo nem falando nada pra não ser julgada e mudo pra uma coisa que ta mais na minha zona de conforto. Amei seu post!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que é normal você desejar um livro que está em alta, sabe? Assim como você não desejar um livro que todo mundo está falando. E tudo bem também. Acho isso excelente.

      Excluir
  3. Sempre desconfio de livros hype. Sempre leio bem depois. Ainda não tive sorte com nenhum, não gostei de nenhum.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, esse é o problema: hype alto e a gente cria expectativas demais com aquela obra. Super comum.

      Excluir
  4. Oi!
    Também já tive vários problemas em começar um livro que foi super aclamado, me decepcionar e parar pois não descia mais. As vezes as pessoas criticam, mas porque não gostou aí que falo "já pensou se todo mundo estivesse gostos iguais, o que seria das editoras e de autores independentes?" Não leio mais se o livro está em alta, cansei disso!
    Em relação a uma critica negativa de um livro, eu leio assim mesmo, cada um tem seu gênero de leitura e não é todo mundo que pensa igual.
    Parabéns pelo post, são dicas muito importantes que faz a diferença. Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que devemos ler aquilo que queremos e nos faz bem. Se todo mundo está criticando, leia e tire suas conclusões. Se todo mundo está amando, leia também. Acho que é importante mesmo ler e todo mundo entender mais sobre a leitura e seu momento.

      Excluir
  5. Olá, tudo bom?
    Adorei demais o post! Eu sou a pessoa que geralmente gosta dos livros que as pessoas odeiam e sempre recebo esse olhar de julgamento, que vamos combinar, é desrespeitoso. Cada um tem uma vivência, então cada livro vai ser uma experiência diferente né? Tudo bem não gostar de um livro que todos amam e e amar aquele que está cheio de comentários negativos.
    O único ponto que ainda não consegui trabalhar é o de abandonar livros. Eu simplesmente não consigo! Por mais que não esteja fluindo, eu tenho que saber o final da história. rs
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esses olhares de julgamentos não deveriam existir. Você não gostou do livro? Ok. Você amou e eu não? Ok também, sabe? É tão comum isso acontecer. E o fato de abandonar livro é algo que venho trabalhando aos poucos também porque é realmente difícil.

      Excluir
  6. Quando não gosto de um livro não tenho neuras, paro de ler, raramente curto obras aclamadas pela mídia de forma geral, alguns teóricos e poucos literários que aprecio ganham destaque. Mas como você bem menciona, alguém não gostar de algo é absolutamente comum, gostei do texto, bem legal e leve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre vejo pessoas falando "não acredito que você não gostou desse livro" e começam a julgar por isso, mas sabe, pra que? É tão comum não gostar. Fico feliz que gostou do texto.

      Excluir
  7. Olá adorei o post, eu acredito que leituras negativas fazem parte da vida do leitor, as vezes p que é ruim para mim não é para o outro por isso sempre dou uma chance a novas obras mesmo que tenham me falado negativamente delas.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.