Resenha | A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes, de Suzanne Collins

sexta-feira, 28 de agosto de 2020

 A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes, uma história da série Jogos Vorazes, escrita por Suzanne Collins e publicada pela Editora Rocco, vai contar com uma história de ambição, competição e poder.

A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes


RESENHA SEM SPOILER DE QUALQUER LIVRO DOS JOGOS VORAZES.

A décima edição dos Jogos Vorazes.


"É que essa coisa toda de Jogos Vorazes está me deixando louco! O que estamos fazendo? Botando crianças numa arena pra se matarem? É errado de tantas maneiras. Os animais protegem os mais jovens da espécie, não é? Nós também. Nós tentamos proteger as crianças! Faz parte de nós como seremos humanos." (pág. 89)

 

Para quem já leu ou assistiu a trilogia Jogos Vorazes, sabe como tudo acontece e todo o desenrolar de como Katniss enfrentou, sobreviveu e lutou na arena. Mas em algum momento já se questionou o que tornou o presidente agir da forma como conhecemos?

Em A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes, nós vamos conhecer o jovem Coriolanus Snow, um jovem da Capital e com apenas 18 anos, onde ele se prepara para sua gloriosa oportunidade: ser mentor dos Jogos.


"Mentirosos não servem de nada. O que são mentiras além de tentativas de esconder algum tipo de fraqueza?" (pág. 129)

 

Completamente encantado com essa grande chance, tudo o que Coriolanus queria era mentorar alguém do Distrito 1 ou 2, mas a sorte não está ao seu favor. A ele, foi dada a tarefa de mentorar uma garota tributo do Distrito 12 - para ele, isso é completamente humilhante.

Sem ter o que fazer, ele terá o seu destino interligado com a garota do Distrito 12, Lucy Gracy, e todas as suas escolhas poderão levar ao sucesso ou ao fracasso, triunfo ou ruína. Ele terá que encantar, enganar e manipular todos para que essa tributo seja vencedora. Mas até que ponto ele seguirá as regras? Ele fará o possível para sobreviver, independente do preço.


"Como a maioria das circunstâncias da vida, a guerra tem seus altos e baixos." (pág. 183)

 

A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes


Um livro repleto de referências.


Desde quando soube do lançamento de A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes, confesso que fiquei completamente ansiosa para embarcar novamente nesse universo distópico criado pela Suzanne Collins. Comecei a ler muitas resenhas negativas sobre a obra e fiquei com aquele "pé atrás" para o que iria encontrar, mas, após ter o livro em mãos, não resisti em redescobrir esse mundo e posso dizer que foi uma experiência única e marcante.

Nessa obra nós vamos observar inúmeras referências aos Jogos Vorazes e tudo o que acarretou aos acontecimentos da trilogia. É uma história que, apesar de não possuir nenhum plot-twist, ela ainda assim consegue encantar e cativar o coração do leitor, pois há diversas questões que são explicadas e revelações que jamais imaginamos.


A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes

Afinal, quantas vezes nos questionamos o porquê os Jogos existem, certo? Ou até mesmo porquê o presidente Snow age daquela forma com todos, principalmente com a Katniss, não é mesmo? E embarcar por 576 páginas bem escritas, explicativas, conhecendo um personagem com 18 anos e toda a sua trajetória, é algo que me conquistou completamente.

Snow era apenas um jovem rapaz, descobrindo sobre os Jogos, os caminhos que ele poderia seguir, mas é possível perceber toda a sua determinação, assim como o egoísmo, pois quando se tratava em salvar a própria pele, era o que ele sempre iria priorizar, independente das escolhas que precisasse fazer na sua jornada.

"Porque acredita que aprender a defender seu país é uma educação melhor do que o conhecimento de livros? Porque os Jogos Vorazes te mudaram e você vai aonde puder servir melhor a Panem? Você é um jovem inteligente, Coriolanus. Sei que vai pensar em alguma coisa." (pág. 362)

Apesar de nenhuma atitude dele ser justificável, confesso que gostei de conhecer sua trajetória, seu caminho e como ele chegou a se tornar o presidente. Como sua lealdade sempre esteve visível aos olhos de todos, isso foi algo que acarretou em todas as suas escolhas.

A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes


Em muitos momentos eu surtei com alguns acontecimentos. As referências da trilogia, toda ganância de Snow e a mudança da estrutura dos Jogos, foi algo que me fez reviver essa paixão por uma saga incrível e que marcou muito minha jornada de leitora.

Esse é aquele livro que pode ser lido de forma independente e vai conquistar aos fãs de Jogos Vorazes, como também quem quer começar a embarcar nesse mundo criado pela autora. A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes é um livro sem uma grande reviravolta, mas ao mesmo tempo, repleta de acontecimentos marcantes e de tirar o fôlego.

"Quem precisava de riquezas, sucesso e poder quando se tinha o amor? O amor não conquistava tudo?" (pág. 485)



Título original: The Ballad of Songbirds and Snakes
Escritora: Suzanne Collins
Editora: Rocco
Páginas: 576
Lançamento: 2020
Gênero: distopia / saga

SINOPSE
É a manhã do dia da colheita que iniciará a décima edição dos Jogos Vorazes. Na Capital, o jovem de dezoito anos Coriolanus Snow se prepara para sua oportunidade de glória como um mentor dos Jogos. A outrora importante casa Snow passa por tempos difíceis e o destino dela depende da pequena chance de Coriolanus ser capaz de encantar, enganar e manipular seus colegas estudantes para conseguir mentorar o tributo vencedor. A sorte não está a favor dele. A ele foi dada a tarefa humilhante de mentorar a garota tributo do Distrito 12, o pior dos piores. Os destinos dos dois estão agora interligados – toda escolha que Coriolanus fizer pode significar sucesso ou fracasso, triunfo ou ruína. Na arena, a batalha será mortal. Fora da arena, Coriolanus começa a se apegar a já condenada garota tributo... e deverá pesar a necessidade de seguir as regras e o desejo de sobreviver custe o que custar.

16 comentários

  1. Oie,
    Também já vi muitas resenhas negativas sobre esse livro, mas a Pam Gonçalves fez um vídeo muito bom contando suas reações, e me deixou mais animada haha
    Gostei muito da sua resenha e fico feliz que tenha tido referências boas e que te colocaram de novo nesse universo!

    Beijos,
    Fantasma Literário

    ResponderExcluir
  2. Olá.
    Fico feliz que o livro tenha funcionado pra você, mas eu comecei a ler e fiquei bem incomodado com algumas coisas. Depois de passarmos 3 livros conhecendo como a Capital oprime alguns distritos (pra não dizer todos), eu não consegui me conectar a alguém que começa a história com um drama sobre não ter uma camisa nova pra usar, enquanto JV começa com Katniss passando fome basicamente. É uma inversão de papéis e valores que não funcionou pra mim.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Acho que todo mundo, quando soube desse livro, ficou meio receoso, porque o risco era muito grande. A chance da Suzanne Collins tentar justificar o Snow era o maior medo, pelo menos, para mim.
    E por um bom tempo esse receio permaneceu, já que as primeiras resenhas que saíram eram negativas, mas assisti o vídeo da Pam Gonçalves e pensei duas vezes antes de críticas sem ler, rsrs. Ainda não pretendo fazer essa leitura tão já, mas quero tirar as minhas próprias conclusões.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com/2020/08/resenha-casa-das-orquideas-um-role-pelo.html

    ResponderExcluir
  4. Oi. :)
    A única coisa que sei de Jogos Vorazes são os filmes que vi os 3, mas nunca parei ou me interessei pra ler. Não sei bem do pq.
    Tô meio perdida, pois nem sabia que tinha mais um livro, mas acho que como os filmes foram maravilhosos, a leitura será ainda melhor.
    Vamos ver se me animo e começo a ler, nem que seja em ebook mesmo.
    Parabéns pela resenha, ficou ótima.

    Beijos.
    Manuscrito de Cabeceira

    ResponderExcluir
  5. Olá, eu nunca li Jogos Vorazes então esse lançamento nao fez muita diferença pra mim, imagino que pra quem seja fã, tenha sido uma leitura e tanto, é maravilhoso revisitar o mundo de uma leitura que nos conquistou, entendo.

    ResponderExcluir
  6. Oii!

    Claramente um bom livro para fã da saga!! Confesso que nunca li a série, lembro de ter visto só o primeiro filme, não sou muito de distopia, mas sempre fiquei com uma pulguinha de curiosidade... Gostei de conhecer um pouco mais sobre o livro e saber que foi uma boa leitura.

    Beijinhos,
    Ani
    www.entrechocolatesemusicas.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem? Realmente parece ser um presente para os fãs, e apesar de amar demais a trilogia Hunger Games, ainda tenho um pé atrás com essa nova narrativa e tudo por causa de um dos seus personagens principais. Não sei se estou preparada para entrar de vez na cabeça de Snow e "perdoar" tudo que ele fez. É como se as pessoas esquecessem o que ele causou mais a frente, ou pode ser só impressão né? Enfim, sei que pode ser bobagem e mais a frente acabar me rendendo a conhecer a história, mas nesse momento não é algo que faria. Gostei da sua resenha e empolgação e com certeza muitos fãs adoraram! Ótima resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá tudo bem? bom, infelizmente não li a trilogia, porém meu sobrinho é super fã, mas segundo ele ficou decepcionado com esse novo livro, ele me disse que nem parece o mesmo universo e a trama está longe de ter a mesma vibe. Mas fico feliz que essa história funcionou com você, será que vai ter filme?

    ResponderExcluir
  9. Essa série foi a minha preferida de distopia!
    Eu não vejo a hora de ler esse livro.
    Não costumo ler livros assim com tanto tempo de lançamento após o restante, mas eu gosto tanto dessa série que vou abrir uma exceção.
    Amei sua resenha e obrigado pela dica!

    beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Oi!
    Adoro essa série Jogos vorazes, foi umas das distopias mais fascinante que li e depois assisti os filmes. Esse livro está na minha lista de leitura, mas acho que para esse ano não vai dar pra ler, infelizmente. Acho incrível a maneira que a autora cria os personagens e estrutura do lugar onde estão, me pego imaginando o lugar. Estou curiosa para ler esse livro e saber como tudo começou, obrigado pela dica, parabéns pela resenha, bjs!

    ResponderExcluir
  11. Oie, tudo bem? Nossa, preciso confessar que até pouco tempo não conhecia a história de Jogos Vorazes sempre gostei mais de Divergente. Aí um dia meu namorado quis assistir os filmes e fizemos a maratona, vimos os três de uma vez. Hoje ele prefere Jogos Vorazes, mas eu continuo no time Divergente haha Mesmo assim fiquei curiosa pela leitura do lançamento. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?
    Eu amei ler sua resenha, porque meu exemplar chegou ontem aqui e agora eu fiquei com mais vontade ainda de ler. Amei saber que tem tantas referências a Jogos Vorazes, estou até pensando em reler a trilogia antes. Apesar de entender que nada justifica as atitudes do Snow, acho que deve ser bem interessante mesmo ver a trajetória dele até o poder. Depois de ter visto tantos comentários negativos sobre esse livro, fico aliviada de ver alguém que gostou. Amei sua resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Eu amo muito a trilogia original, mas confesso que meu interesse foi zero ao ver que seria o Snow o protagonista deste prequel. Não sei se lerei, mas por enquanto, a curiosidade ainda não bateu.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Lendo a sua resenha me bateu aquela saudade dos personagens, da história de cada un rs de todo o processo dos jogos. Eu tinha vista esse lançamento, mas não parei pra ler nenhuma resenha. Estou curiisa para saber mais desse homem que deixou todos com raiva rs
    Ótima resenha!

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Preciso ler primeiro a série jogos vorazes para depois partir para essa obra. Estou com planos para ano que vem começar a fazer isso, pois as pessoas só me falam coisas boas dessas obras e isso me aguça demais minha curiosidade. Não espero a hora de começar.

    ResponderExcluir
  16. Olá.
    Nunca consegui nem se quer pegar essa saga na mão, te confesso que a resenha para mim é confusa por não acompanhar a história. A gente quando não acompanha uma saga é assim mesmo.
    Mas vamos falar do seu animo que é grande. Bom demais quando matamos saudades assim♥

    ResponderExcluir