Resenha | A última música, de Nicholas Sparks

A última música”, escrito por Nicholas Sparks e agora relançado pela Editora Arqueiro, é aquele livro que vai mostrar como o amor tem diversas formas de curar um coração.

Nicholas Sparks


Para quem me acompanha há mais tempo sabe o quanto esse livro me conquistou. Ele foi meu primeiro contato com o universo literário e desde então, não parei mais. É incrível como um livro pode nos conquistar tanto e nos mudar, né? E é assim que eu enxergo a personagem principal.

Ronnie é aquela adolescente revoltada. Seus pais são separados e todas lembranças boas que ela tem do seu pai é quando eles se sentavam ao piano, tocavam uma música juntos, mas isso ficou no passado. Tudo que ela consegue sentir no momento é raiva e mágoa por esse término de relação.

Já se passaram três anos, Ronnie não tem contato com seu pai e sua mãe acha que é o momento de eles reconstruírem essa conexão, mas para isso, ela precisaria viajar para a Carolina do Norte e passar as férias de verão por lá.

Mesmo contra a sua vontade, Ronnie vai para a cidade pequena junto com seu irmão mais novo. Para não criar problemas ou qualquer conflito, muitas vezes ela acaba saindo de casa e passando o maior tempo sozinha, mas o que ela não esperava era que ela aprenderia muito nessas férias e que seu coração poderia se despedaçar de diversas formas.

Nicholas Sparks

A última música” foi publicado em 2010 quando ganhou adaptação para as telinhas com Miley Cyrus e Liam Hemsworth e agora em 2019, a Editora Arqueiro relançou com capa nova e que deixa todo um mistério para descobrir mais sobre o enredo envolvente que o Sparks é capaz de proporcionar.

Lembro quando o filme foi lançado. Eu sempre fui muito fã da Miley, então não nego que inicialmente eu queria ler o livro por conta da cantora, mas quando peguei e iniciei a leitura, percebi que aquilo era incrível! A forma como o autor consegue cativar, fazer o leitor chorar, sorrir e ter o coração despedaço em algumas páginas é incrível.

Desde então, não parei mais de ler. Sem dúvidas Nicholas se tornou meu autor favorito da minha vida todinha, mas a forma como “a última música” mexeu comigo não tem como descrever. Imagina você ter seus pais separados e descobrir inúmeras coisas em suas férias de verão?

E quando falo de descobrir, não digo apenas para conhecer o primeiro amor, não. Aqui a personagem Ronnie vai conhecer mais sobre ela mesma, sobre seu pai e como ela perdeu os últimos três anos sem manter contato com ele. Mostra como ela aprende com seus erros e como gostaria de voltar no tempo e mudar muitas coisas.

Só de lembrar de algumas cenas já sinto vontade de chorar. Como eu queria narrar e conversar com alguém sobre esse livro o dia inteiro! Uma das coisas que mais me cativou é como precisamos valorizar as pequenas coisas e os pequenos momentos de nossas vidas, afinal, a vida passa tão rápido, como um piscar de olhos.

Nicholas Sparks

Apesar de muita gente imaginar que o Nicholas Sparks só escreve sobre romance entre casais, nesse livro tem um enredo diferente. Nessa obra o autor fala, sim, da descoberta do primeiro amor, mas também fala do amor entre pai e filha.

Isso é totalmente emocionante. Me fez parar e refletir sobre muitas coisas e muitas atitudes que tomamos ao longo da vida. Ela é realmente necessária? Onde uma atitude como essa pode me levar?  Realmente vale a pena?

É preciso preparar o coração e os lencinhos porque todo o contexto é envolvente, viciante e que proporciona muitas lágrimas do começo ao fim.

Nicholas Sparks

A última música” é um livro que vai falar de todos os tipos de amor, desde a paixão do primeiro amor, a afeição entre pais e filhos até a devoção à música. É um livro que vale cada capítulo.


adicione no skoob: a última música
*livro recebido em parceria com a editora Arqueiro.

Título original: The last song
Escritor: Nicholas Sparks
Editora: Arqueiro
Páginas: 400
Lançamento: 2019
Gênero: romance / drama

SINOPSE
Uma das lembranças mais felizes de Ronnie era se sentar ao lado do pai ao piano e tocar por horas. Porém, desde que ele se separou da mãe dela e se mudou de Nova York, a menina só consegue olhar para o instrumento com raiva e mágoa.
Três anos após o divórcio, Ronnie mal tem contato com ele e a mãe acha que já está na hora de os dois reconstruírem os laços, passando juntos as férias de verão.
Antes um pianista que sempre estava viajando, o pai agora leva uma vida tranquila numa pequena cidade litorânea, imerso no trabalho de reconstrução do vitral de uma igreja, destruído em um incêndio misterioso.
A última coisa que a rebelde Ronnie quer é passar meses num local entediante como aquele, mas aos poucos a brisa da praia e de novas paixões começa a acalentar seu coração ressentido.
Um dos maiores sucessos de Nicholas Sparks, A última música é uma verdadeira celebração de todos os tipos de amor, desde a paixão do primeiro romance e a afeição entre pais e filhos até a devoção à música.

Resenha | A última música, de Nicholas Sparks Resenha | A última música, de Nicholas Sparks Reviewed by PS Amo Leitura on dezembro 16, 2019 Rating: 5

14 comentários:

  1. Olá...
    Acho que o maior diferencial do Sparks é justamente esse: nos faz refletir sobre muitas coisas e muitas atitudes que tomamos ao longo da vida e, é claro, fala também de amor e como esse amor pode salvar vidas... Eu AMOOO DEMAIS esse autor e ele consegue me emocionar como nenhum outro é capaz!
    Imagino o quão especial esse livro é pra você já que foi ele que te colocou nesse mundo da leitura... Ainda não li esse, mas, já li vários do autor! Muita gente tem muito preconceito com o Sparks e isso me deixa bem chateada :(
    Bjão e parabéns pela linda resenha, deu pra perceber o tanto que você ama esse livro <3
    Bjão

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sparks é incrível, né? Eu também sou suspeita em falar porque ele é o melhor autor, na minha opinião. Uma pena que as pessoas tenham essa barreira com ele, pois vale muito a pena se apaixonar e se encantar por suas obras. E sim, esse livro é totalmente meu xodó e amo, amo forte mesmo.

      Excluir
  2. Oie!
    Eu já li alguns livros do autor, mas esse em questão eu deixei passar. Não sei bem porque, mas acabei enjoando das obras dele. Mas gostei mto da sua resenha, me fez ter vontade de ler novamente. Quem sabe eu consiga?
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu espero que você dê uma chance, pois vale muito a pena ler as obras do autor. Eu acho que cada uma toca a gente de alguma forma, sabe?

      Excluir
  3. Li esse livro na edição antiga e lembro que o livro e filme me marcaram e emocionaram muito.
    Deu até saudades agora. Foi ótimo recordar essa história lendo suas impressões. Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu li na edição antiga também e é impossível não se emocionar com esse livro, né? É lindo.

      Excluir
  4. Olá, tudo bom?
    Eu amo demais esse livro e justamente por abordar esse amor entre pai e filha e a forma que eles encontram um caminho para se relacionarem de novo. Foi um dos livros que mais me fizeram chorar na vida!! Rs
    Adorei a resenha e relembrar um pouco da sua história!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa relação entre o pai e a filha é algo magnífico e que o Nicholas soube apresentar de uma forma que partiu o coração, mas ao mesmo tempo trouxe inúmeros ensinamentos.

      Excluir
  5. Oi!
    Li alguns livros do Nicholas, nem todos gostei, mas não posso deixar de dizer que o admiro pelos livros e suas história ter sempre uma lição para nos dar. Esse livro principalmente é um dos que mais gostei de ler, parabéns pela resenha. Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alguns livros do Sparks também fez com que eu desejasse um rumo diferente, mas ainda assim, é um autor que eu realmente amo e muito! E esse, sem dúvidas, é extremamente marcante.

      Excluir
  6. Oi! Também sou fã do autor e super suspeita para falar sobre seus livros! A última música é um dos meus favoritos, junto com O melhor de mim. Como ele consegue criar essas tramas eu não sei, mas posso contar que chorei tanto nos livros quanto nas adaptações ao cinema. Não sabia do relançamento nem tinha visto essa capa lindíssima. Assim como com você, esse foi um dos livros que me aproximou do universo literário! Adorei a resenha, a história do primeiro amor e a forma como se desenvolve o amor entre pai e filha são bem marcantes mesmo. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico tão feliz em saber que esse livro te aproximou do mundo literário! É um livro realmente maravilhoso e que dá aquele aperto no coração, mas ao mesmo tempo trás muitas lições. "O melhor de mim" não me cativou tanto, infelizmente :( mas ainda assim, tem uma boa história.

      Excluir
  7. Eu li semana passada e me acabei de chorar, nossa, precisei de muito tempo para me recompor do que o Nicholas Sparks fez com o meu coração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu entendo perfeitamente sua sensação. Ele tem o dom de partir nosso coração em milhões de pedaços.

      Excluir

Tecnologia do Blogger.