domingo, 27 de maio de 2018

Resenha: A Luz que Perdemos, de Jill Santopolo

E se no meio ao caos da sua cidade você encontrasse o amor da sua vida e ele trouxesse toda a luz que você precisava naquele momento: você seria capaz de viver intensamente ou deixaria que o futuro mostrasse o melhor caminho?

Jill Santopolo
Lucy e Gabe se conheceram na faculdade na triste manhã do 11 de Setembro de 2001. Para quem não se recorda deste fato, foi quando dois aviões colidiram com as Torres Gêmeas em Nova York e muitas pessoas morreram.

Tinha tudo para ser a manhã mais triste e marcante na vida de todas as pessoas, principalmente para todos daquela cidade, mas para Lucy e Gabe os eventos marcantes foram além da tragédia: eles queriam que suas vidas tivessem algum significado e fizessem algo importante para mudar o mundo.


📖 "Qualquer coisa que eu tivesse feito naquele dia teria sido importante, teria sido gravado a ferro e fogo na minha mente e marcado meu coração. Não sei por qie te conheci naquele dia, mas sei que, por isso, você passou a fazer sempre parte da história da minha vida." (pág. 21)

Jill Santopolo
Um ano depois, quando eles se reencontram, poderíamos dizer que era o acaso. Mas será mesmo que as coisas acontecem assim¿ Ou será que era algo predestinado a acontecer? E é neste momento que eles percebem que um sentimento avassalador que surge entre eles e deste momento, então, eles não conseguem mais se separar.

Porém, as coisas não são perfeitas... Gabe ainda quer fazer a diferença para o mundo e é por isso que ele vai para uma missão no Oriente Médio como fotojornalista e Lucy continua apenas investindo em sua carreira em Nova York. Será que a distância será capaz de destruir um sentimento como o deles?


📖 "Às vezes tomamos decisões que achamos corretas, só que, mais tarde, percebemos que eram erros óbvios." (pág. 48)

Nesses longos anos que seguem, eles se reencontram em alguns momentos. Mesmo cada um tendo uma vida completamente diferente, será que o amor deixou de existir? Qual o impacto do primeiro e verdadeiro amor na vida¿ Será que é possível mudar o rumo e traçar novos caminhos? E é isso que Lucy e Gabe irão representar aos longos dos capítulos.

💭

Jill Santopolo

A luz que perdemos” é um livro completamente emocionante. Percebemos logo de cara, no primeiro capítulo, que a forma como a autora descreve os acontecimentos, algo bem grande e emocionante nos aguarda no final. E, sem dúvidas, foi algo que partiu meu coração e sem dúvidas vai partir o seu também.


📖 "O amor faz isso. Faz você se sentir invencível e infinito, como se o mundo inteiro estivesse à nossa disposição, tudo pudesse ser conquistado e todo dia fosse repleto de maravilhsas. Talvez porque nos abrimos para alguém, nos deixamos penetrar pelo outro. Ou talvez amar seja se doar tão profundamente a outra pessoa que o coração da gente se expande." (pág. 61)

O amor entre Lucy e Gabe é algo intenso, verdadeiro e carregado de sofrimento ao mesmo tempo, pois quando cada um decidiu seguir sua vida de determinada maneira, eles abriram mão naquele momento do amor sem pensar que no que aconteceria no futuro. Porém, é perceptível em cada capítulo o quanto aquele amor está presente na vida deles, principalmente de Lucy que é nossa protagonista principal.

Jill Santopolo
O impacto que o livro traz é sobre o poder do primeiro amor e como fazemos sacrifícios em nome deste amor, dos nossos sonhos e traz uma enorme reflexão. Você faria tudo em nome do amor¿ Até aonde você seria capaz de ir em nome deste amor? São perguntas difíceis de responder. Acredito que tudo depende do momento no qual vivemos, assim como foi o caso dos personagens, mas também acredito que não devemos deixar tanto tempo passar, pois depois pode ser tarde demais.


📖 "Se eu fosse um árbritro, se a vida fosse um jogo, eu deveria ter parado e gritado Falta! ou Recomece! Mas não há árbritos na vida real, nunca há um recomeço." (pág. 106)

Gostei muito da escrita da Jill Santopolo, ainda mais que os capítulos são pequenos e tem uma narrativa simples. Mas preciso confessar que achei um pouco demorado o desenrolar da história para realmente saber o que aconteceu no final e praticamente foi uma bomba que explodiu com diversas informações e acontecimentos. Queria que a autora tivesse explorado um pouco mais o casal e não ficado em muitos momentos apenas com as lembranças. De qualquer forma, isso não muda o fato do livro ter uma grande carga emocional.

Jill Santopolo

Dois amores. Duas vidas. Uma escolha. Um destino. A vida do casal depende apenas de uma escolha. A escolha que será capaz de mudar a vida de ambos para sempre. Conheçam essa emocionante história e vivam intensamente a saudade, o amor e tudo que apenas Lucy e Gabe é capaz de proporcionar.


MAIS QUOTES

📖 "Há pessoas com quem cruzamos na vida e que, depois que se afastam da gente, deixam de fazer parte dela. Mesmo quando as encontramos de novo, ficamos apenas com um 'oi, como vai?'. Com outras, no entanto, a impressão é de retormarmos sempre a conversa no ponto exato em que a interrompemos. Flui de maneira tão natural que parece que o tempo não passou." (pág. 116)


📖 "Há certos acontecimentos que sentimos que serão determinantes em nossa vida no exato momento em que acontecem." (pág. 132)


📖 "Às vezes a vida parece se arrastar, avançando em um ritmo quase glacial, dia após dia, até que algo nos faz parar e perceber que passou um tempão enquanto não estávamos olhando." (pág. 201)


Avaliação: 4/5 ❤

Título original: The Light We Lost
Escritora: Jill Santopolo
Editora: Arqueiro
Ano de publicação: 2018
Páginas: 272
Gênero: Literatura estrangeira / ficção / romance

SINOPSE | SKOOB
Lucy e Gabe se conhecem na faculdade na manhã de 11 de setembro de 2001. No mesmo instante, dois aviões colidem com as Torres Gêmeas. Ao ver as chamas arderem em Nova York, eles decidem que querem fazer algo importante com suas vidas, algo que promova uma diferença no mundo.
   Quando se veem de novo, um ano depois, parece um encontro predestinado. Só que Gabe é enviado ao Oriente Médio como fotojornalista e Lucy decide investir em sua carreira em Nova York.
   Nos treze anos que se seguem, o caminho dos dois se cruza e se afasta muitas vezes, numa odisseia de sonhos, desejo, ciúme, traição e, acima de tudo, amor. Lucy começa um relacionamento com o lindo e confiável Darren, enquanto Gabe viaja o mundo. Mesmo separados pela distância, eles jamais deixam o coração um do outro.
   Ao longo dessa jornada emocional, Lucy começa a se fazer perguntas fundamentais sobre destino e livre-arbítrio: será que foi o destino que os uniu? E, agora, é por escolha própria que eles estão separados?

8 comentários:

  1. Oiieee

    No inicio não me chamava muito a atenção, mas esse livro ultimamente vem sido tão elogiado pela trama emocionante que estou ficando bem curiosa. Vou anotar na listinha.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá.

      O livro já me despertou interesse logo pela capa MARAVILHOSA. Aí depois de conhecer um pouco mais e ler resenhas boas, decidi que precisava ter este livro. Foi uma ótima leitura e espero que você leia e goste.

      Beijos.

      Excluir
  2. Olá!
    Desde o primeiro momento que vi esse livro imaginei que ele traria um carga emocional e dramática nas suas páginas e por isso tenho algum receio de lê-lo, já que não quero enfrentar algo assim por agora, ainda mais de ressaca.
    Mas vou anotar a dica.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!

      É, te entendo. Nem todos os momentos nós conseguimos ler um livro com uma carga tão emocional, não é mesmo? Mas, assim que passar sua ressaca e você decidir investir neste gênero, leia este livro. Realmente vale a pena.

      Beijos.

      Excluir
  3. Oi, tudo certo? Desde que vi o lançamento desse livro ele foi pra minha lista de desejados, mas no momento preciso esperar um pouco para ler outros livros emocionantes, buscar alguma coisa mais leve.
    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!

      É sempre bom intercalar leituras com grande carga emocional com leituras mais leves. Geralmente eu faço isso e é bem bacana. Mas, espero que leia e goste deste livro :D

      Beijos.

      Excluir
  4. Oi! Tudo bem?
    Eu sempre sofro muito com livros que se passam ao longo de vários anos, rs. Eu fiquei admirada com essa história logo de cara pela capa dela, que é linda demais! ♥ Agora lendo sua resenha, a história parece ser ainda mais interessante :) Fiquei bem curiosa para ler! Os Delírios Literários de Lex

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá.

      Eu amo livros que se passam ao longo dos anos. É sempre legal conhecer e entender tudo que aconteceu com os personagens e a gente acaba se apegando ao extremo com eles, não é mesmo?

      E sim, essa capa está magnífica! A editora fez um excelente trabalho. E fico muito feliz que tenha gostado da resenha <3

      Excluir