Na mídia | Opinião sobre La Casa de Papel - parte 4

by - abril 22, 2020

A quarta parte de La Casa de Papel chegou recentemente na Netflix e claro que eu não poderia esperar para assistir, afinal, o final da terceira temporada deixou inúmeros questionamentos. Então confira agora o que eu achei.


parte 4
Foto retirada do site: Nerd Break


Não tem spoiler das temporadas anteriores!


Como faço em todo post, para quem não conhece a série, ela é baseada em um grupo de nove ladrões, todos liderados por um Professor (Álvaro Morte), que prepara o maior roubo do século na Casa da Moeda da Espanha e, com o objetivo principal, fabricar o próprio dinheiro em quantidades incalculáveis.

E é assim que a primeira temporada começa. Muitas coisas acontecem ao longo dos episódios e que nos faz adorar alguns personagens, odiar outros e até mesmo criar sentimentos por alguns.


parte 4
Foto retirada do site: Hugo Gloss

Nessa quarta parte, a temporada começa um pouco mais lenta, mas aos poucos, vai criando um grande contexto e muitas coisas acontecem ao longo dos episódios, nos deixando com muita raiva de algumas atitudes de alguns personagens.


Outra coisa que se desenvolveu aos poucos, foi o Professor. Apesar de na primeira temporada ele ser o foco maior, nessa, após todos os acontecimentos, ele demora um pouco para realmente ganhar vida, mas, quando isso acontece, a história se desenrola cheia de ação e planos.

Ainda há flashbacks de como eles arquitetaram o roubo e assim vamos conhecendo um pouco mais o lado de cada ladrão e, sem dúvidas, acabamos criando vínculo com eles, afinal, diferente da realidade, a gente torce para o vilão.


parte 4
Foto retirada do site: UOL Entretenimento

E por falar em vilão... nessa temporada há o surgimento do Gandía (José Manuel Poga), o maior vilão que poderia aparecer na série e garanto para vocês: tudo começa a tomar uma proporção ainda maior e muitas emoções vão surgir. Assim como nessa temporada, temos um grande destaque para Alicia Sierra (Najwa Nimri).

Toda a série é narrada no ponto de vista da Tokio (Úrsula Corberó) e ela é uma personagem que a gente consegue amar e odiar ao mesmo tempo. Confesso que muita gente não gosta dela, mas ela é uma das minhas preferidas (apesar de não evoluir ao longo da série), assim como a Nairóbi (Alba Flores) - uma personagem que ganhou um destaque incrível!


parte 4
Foto retirada do site: Metropolitana FM

Acredito que La Casa de Papel é uma grande produção, apesar dos furos, mas que faz o telespectador ficar completamente preso ao contexto e querer mais. Confesso que já estou muito ansiosa para a próxima temporada, principalmente depois daquele final chocante e que nos faz questionar o que será que vai acontecer.







You May Also Like

3 Comments

  1. Oi, tudo bem?
    Eu assisti apenas uns episódios da primeira temporada e alguns esporádicos da segunda, sendo que não cheguei a concluir nenhuma temporada, então, não sinto que posso opinar, de forma geral, o pouco que vi, me agradou, mas não tive paciência para continuar assistindo, espero conseguir ver todas as temporadas e gostar da 4ª assim como você

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?
    Eu acho que sou a única pessoa que nunca viu essa série hahaha. Confesso que não faz muito meu estilo e até hoje não me bateu vontade de dar uma chance. Pelo que vi, parece que essa temporada tem um ritmo um pouco mais lento no início e algumas coisas demoraram a acontecer, mas depois tudo ganhou mais ação né? Que bom que, apesar dos furos, você está está gostando e espero que a próxima temporada seja ainda melhor.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Bom, nunca vi nenhum episódio e apesar de ler opiniões diversas, eu confesso que não despertou em mim a vontade de assistir, mas quem sabe mais pra frente o bichinho de La casa de papel se manifeste em mim. (risos)

    Cheiros
    Tânia Bueno

    ResponderExcluir