Resenha | Os delírios de natal de Becky Bloom, de Sophie Kinsella

Os delírios de natal de Becky Bloom” é um lançamento da autora Sophie Kinsella, publicado pela editora Record, e que vai contar uma divertida história no mundo de Becky Brandon (nascida Bloomwod).

Sophie Kinsella


Para quem já assistiu “os delírios de consumo de Becky Bloom” ou até mesmo leu, sabe que a Becky é uma consumista de primeira e claro que nesse livro não seria diferente. Becky continua sendo a mesma, a diferença é que agora ela pode realizar as comprinhas de natal pela internet. Praticidade! Não precisa sair de casa e se preocupar com as intermináveis filas.

Então tinha como o natal não ser perfeito? Presentes que chegariam até sua casa sem esforço algum, família reunida na casa de sua mãe, músicas natalinas, suéteres de natal... mas claro que uma grande notícia fez com que o mundo de Becky abalasse completamente.


A vida conjugal deveria ser como Durex. Deveria colar tudo direitinho. Mas não é isso que acontece. Às vezes o Durex solta e nunca mais volta a colar direito. (pág. 168)

Com a notícia de que seus pais estão se mudando para um bairro super da moda, em Londres – Shoreditch, Becky é a nova anfitriã para o natal. Ela terá que fazer todos os preparativos para a ceia. Afinal, o que poderia dar errado? Ela é perfeitamente capaz de seguir todas as sugestões de sua família, preparar um peru vegano, conseguir um presente perfeito para Luke e para sua filha, Minnie.

No meio dessa confusão toda, como se não bastasse, um ex-namorado de Becky retorna para a sua vida. Como ela vai conseguir lidar com toda essa confusão e ainda preparar um natal perfeito?



Sophie Kinsella

Muitos anos atrás eu tentei ler um livro da Sophie Kinsella que foi justamente “os delírios de consumo de Becky Bloom” e confesso que não consegui. Abandonei o livro porque não estava me prendendo em absolutamente em nada e hoje, após finalizar a leitura de “os delírios de natal de Becky Bloom”, 
percebo que talvez não era o momento certo para a leitura ou eu já havia assistido ao filme muitas vezes e por isso não consegui me conectar com o livro.

Acredito que essa seja a única justificativa, pois após finalizar a leitura dessa obra, eu percebi o quanto a escrita da autora é leve e completamente divertida. Logo nos primeiros parágrafos já me vi conectada, me identificando com a personagem e rindo, rindo muito! A forma como a Sophie narra os acontecimentos, faz com que o leitor se imagine ali, naquele exato momento, vivenciando junto com a Becky e isso, não tem preço.


A vida real é uma droga. Por que as coisas não são como em um filme de natal? (pág. 353)

Sophie Kinsella




A autora consegue fazer diversas coisas acontecerem na vida da personagem, mas não dá ponto sem nó. Tudo o que relata desde o primeiro capítulo, é perfeitamente explicado e esclarecido ao longo da trama, fazendo com que Becky encontre novos problemas, enfrente novos dilemas, mas tudo com muito bom humor.

Único ponto que quero relatar é a repetição de “nascida Bloomwood”. Toda vez que a personagem ia se apresentar para alguém, ela fazia questão de se apresentar como Rebeca Brandon (nascida Bloomwood) e isso me incomodou um pouco. Mas exceto isso, a leitura fluiu perfeitamente bem e não é à toa que avaliei com 5 estrelas.


Palavras são demais. Palavras são o máximo. Palavras são o melhor presente do mundo. (pág. 470)

Agora um outro ponto que me questionaram quando finalizei essa obra e comentei lá no instagram (@psamoleitura) era se poderia ler “os delírios de natal de Becky Bloom” sem ter lido outros livros da série. Bom, eu acredito que sim, mas aí é questão de opinião: se você não se importa em saber a trajetória completa da personagem, então pode ler esse livro sem problemas; agora se você quer saber todos os detalhes, recomendo que leia todos antes desse.

Como citei acima, eu só tinha visto ao filme, então para mim não foi problema algum em me conectar com a história e me aventurar ao longo das 480 páginas que, por sinal, pode assustar logo de cara, mas que você não percebe o tempo passar. A forma como a narrativa cativa, faz com que você não tenha vontade de interromper a leitura para nada e nem quando chega ao final.



E que final foi aquele? Eu confesso que em nenhum momento esperei por tal revelação e até fiquei ainda mais curiosa para ler outros livros da série. Agora que minha experiência foi extremamente boa, estou apostando todas as minhas fichas na Sophie Kinsella.


Sophie Kinsella

Eu me identifiquei com a Becky pelo simples fato dela amar o natal e realizar compras pela internet. Sinceramente, tem coisa mais prática do que comprar sem sair de casa? Você não enfrenta filas e nem nada. Com um clique, sua comprinha já está finalizada e não tem coisa melhor.

E o natal é uma época que eu gosto muito. Não sei dizer exatamente por quê. Talvez seja pelos filmes natalinos que faz eu me sentir mais leve; talvez seja o clima de natal com a família reunida que me faz gostar tanto dessa época do ano. Não tinha momento melhor do que com o natal chegando para ler essa obra e devo dizer que foi a melhor experiência.



Então eu super recomendo essa leitura! “Os delírios de natal de Becky Bloom” é aquele livro repleto de risadas, momentos descontraídos e atrapalhados, e que é impossível parar de ler.


*livro recebido em parceria com a editora.

Título original: Christmas Sophaholic

Escritora: Sophie Kinsella
Editora: Record
Páginas: 480
Lançamento: 2019
Gênero: chick-lit

SINOPSE
A irresistível consumista Becky Bloom está de volta e com uma missão: fazer um Natal inesquecível! Becky Brandon (nascida Bloomwood) adora o Natal. A família se reúne na casa dos pais dela, eles ouvem canções natalinas, sua mãe finge ter feito a sobremesa e os vizinhos chegam para tomar uma taça de xerez usando suéteres horríveis de Natal... Pelo menos agora, com a internet, as coisas ficaram mais fáceis. Todos os sites estão em promoção. Além disso, se as suas compras passarem de determinado valor, você ainda ganha frete grátis! E, nessa época, as vitrines estão brilhando, convidativas, cheias de descontos! Mas as coisas serão um pouco diferentes esse ano… Sem conseguir resistir aos apelos da cerveja artesanal e do creme de abacate, os pais de Becky acabam se mudando para Shoreditch, um bairro super da moda, e pedem à filha que organize o almoço de Natal pela primeira vez. Combinado. Afinal, o que poderia dar errado? Becky é perfeitamente capaz de organizar um almoço maravilhoso, não é? Mas ela tem de atenter a algumas demandas bem específicas, como providenciar um peru vegano para a irmã, um presente perfeito para Luke (ela só precisa encontrar uma maneira de entrar num clube exclusivo para homens) e um mimo para sua filha Minnie (se ela conseguir entender o que a garotinha realmente quer ganhar). Ah, e ainda tem um ex-namorado dela que surgiu do nada, cheio de segundas intenções, e com a nova e controladora namorada dele. Mas Becky vai tirar tudo de letra. Será?

Resenha | Os delírios de natal de Becky Bloom, de Sophie Kinsella Resenha | Os delírios de natal de Becky Bloom, de Sophie Kinsella Reviewed by PS Amo Leitura on dezembro 20, 2019 Rating: 5

16 comentários:

  1. Olá!!

    Assim como você não consegui ler o primeiro da série devido ao filme, mas acho os livros da Sophie maravilhosos, deveria ler mais a autora por sinal. Me peguei questionando exatamente o “posso ler esse sem ter lido os outros?” Resposta recebida, já vou colocar na minha lista de compras de final de ano. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acredito mesmo que o primeiro livro da série eu não consegui ler por esse detalhe. De qualquer forma, a leitura desse livro foi excelente e sem dúvidas quero conhecer mais livros da Sophie!

      Excluir
  2. Olá...
    Adorei a sua resenha!
    Esse livro está na minha lista de desejados e estou simplesmente loooooouca pra ler! Seus comentários a respeito me fizeram desejar a leitura ainda mais...
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Garanto que você não irá se arrepender! É um livro muito divertido.

      Excluir
  3. Oi!

    TUdo bem?

    Antes, gostaria de ressaltar que não conhecia nem o livro e muito menos sabia sobre o filme. E, às vezes não é o momento mesmo pra determinada leitura e provavelmente foi o que aconteceu com você! Gostei da maneira como enfatizou os pontos altos da trama, o fato de reconhecer que agora era a ocasião ideal para ler, dentre outras questões. Sendo assim, obrigada pela indicação. Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz que tenha gostado. Sim, em alguns momentos a gente lê alguns livros que não conquistam, né? Mas às vezes não era o momento certo. De qualquer forma, super recomendo essa leitura.

      Excluir
  4. Eu já ouvi falar tanto dessa autora que tentei por duas vezes ler livros dela, mas não passei das primeiras páginas.rsrs Porém, acredito que a culpa foi do momento. Não estava numa época boa para ler livros do gênero e ainda penso em dar outra chance à autora.

    Eu já assisti o filme "Os delírios de consumo de Becky Bloom" e lembro do quanto amei a história, me diverti demais! E na época não tinha ideia que existia o livro.

    Como a Becky, também sou fã do Natal (embora este ano tenha estado um tanto desanimada), mas compras pela internet ainda são um desafio. Compro mais livros pela internet hoje em dia do que nas livrarias, mas é apenas por conta do preço. A desvantagem de comprar pela internet é ter que esperar chegar. Detesto esperar! Mesmo que a entrega seja mais rápida com o Amazon Prime, ainda é uma espera. E eu prefiro ter os livros na mão na mesma hora que compro.kkkkkkkk...

    Imagino quantas trapalhadas ela deve arrumar nessa época e quantos desafios para enfrentar, se posso ter como base o que conheço dela do filme.rs É uma personagem bem doidinha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, eu acredito muito nisso que às vezes a gente lê um livro que não era o momento certo da leitura e por isso ele não nos cativa. Mas ainda assim, "os delírios de consumo de Becky Bloom" é um filme muito divertido, então você já pode imaginar o que acontece na época do natal com a Bekcy, né? hahaha

      Excluir
  5. Oi, amo livros engraçados e quero muito ler algum da autora. Achei esse especialmente interessante e preciso ver todas as confusões que acontecerão com a personagem nesse natal. Amei conferir sua resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro é divertido desde a primeira página! Vale muito a leitura e eu espero que você tenha a chance de ler e seja cativada também.

      Excluir
  6. Oieeeee, amo chick-lits e acredito que os livros dessa autora se enquadrem nesse gênero, mas confesso que já tentei me interessar pelos livros dessa série e nunca consegui, mas quem sabe ano que vem eu não me anime, a sua resenha desse foi tão animada que já coloquei na lista de possíveis leituras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A série é enorrrme, né? Acho que isso às vezes desmotiva um pouco hahaha mas, de qualquer forma, como eu percebi com esse livro, pode ser lido independente. Então espero que você tenha a chance de conhecer e se apaixonar também.

      Excluir
  7. Parei com a Becky Bloom quando ela se tornou mãe. Antes eu achava divertida, mas depois passou a ser irresponsavel e não funcionou mais pra mim.
    Feliz 2020

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? :( poxa, que pena. Como eu disse na resenha, eu não li nenhum outro, fui direto para esse e aqui eu vi uma Becky totalmente responsável. Então talvez seja por isso que amei tanto.

      Excluir
  8. Olá, tudo bem? Ainda não li nenhum livro da Becky, mas amo os livros da Sophie! Quero ler essa série esse ano pois parece ótimas e divertidas leituras!
    Amei a sua resenha e essas fotos lindas!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  9. Gosto demais de livros que prendem na leitura e esse é um que irei anotar na minha lista, pois parece ser uma leitura intensa e surpreendente. Excelente dica.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.