Conheça as obras de Octavia Butler

domingo, 21 de junho de 2020

Octavia Butler foi uma escritora afro-americana consagrada pelos seus livros de ficção científica feminista. Conheça mais sobre suas obras publicadas pela Editora Morro Branco.

obras da Octavia Butler



Em 22 de junho, a autora Octavia Butler completaria 73 anos. E como homenagem para essa grande escritora que além da ficção científica também inseria sobre questões racistas e preconceituosas em suas obras, trouxe todos os livros já publicados da autora aqui no Brasil.

Kindred

Em seu vigésimo sexto aniversário, Dana e seu marido estão de mudança para um novo apartamento. Em meio a pilhas de livros e caixas abertas, ela começa a se sentir tonta e cai de joelhos, nauseada. Então, o mundo se despedaça.
Dana repentinamente se encontra à beira de uma floresta, próxima a um rio. Uma criança está se afogando e ela corre para salvá-la. Mas, assim que arrasta o menino para fora da água, vê-se diante do cano de uma antiga espingarda. Em um piscar de olhos, ela está de volta a seu novo apartamento, completamente encharcada. É a experiência mais aterrorizante de sua vida... até acontecer de novo. E de novo.
Quanto mais tempo passa no século XIX, numa Maryland pré-Guerra Civil – um lugar perigoso para uma mulher negra –, mais consciente Dana fica de que sua vida pode acabar antes mesmo de ter começado.


A parábola do semeador (Semente da Terra #1)

Quando uma crise ambiental e econômica leva ao caos social, nem mesmo os bairros murados estão seguros. Em uma noite de fogo e morte, Lauren Olamina, a jovem filha de um pastor, perde sua família, seu lar e se aventura pelas terras americanas desprotegidas. Mas o que começa como uma fuga pela sobrevivência acaba levando a algo muito maior: uma visão estonteante do destino humano ... e ao nascimento de uma nova fé.



A parábola dos talentos (Semente da Terra #2)

Lauren Olamina está casada e acaba de ter uma filha em Bolota, a comunidade que construiu com outras pessoas que haviam perdido tudo. Nos últimos cinco anos, Semente da Terra, a religião criada por Olamina cresce e se desenvolve junto com a comunidade. O país, porém, começa a passar por uma preocupante mudança.
O candidato à presidência Andrew Steele Jarret está ganhando popularidade com a promessa de “tornar a América grande novamente” em um retorno aos valores tradicionais e cristãos. Para seus fanáticos seguidores, isso exige o fim da tolerância religiosa e de qualquer igualdade racial e de gênero – e estão dispostos a impor sua doutrina com violência.
A segurança da pequena comunidade e da família nascente de Olamina nunca foi garantida. “Deus é mudança”, mas eles sobreviverão a mais uma?


Despertar (Xenogênese #1)

Há vida inteligente lá fora e é ela que salva a humanidade de si mesma.
Quando Lilith Iyapo desperta após 250 anos de animação suspensa, descobre que o planeta Terra e os seres humanos sobreviventes de uma guerra catastrófica estão sob a guarda dos Oankali, uma espécie alienígena com habilidades e tecnologias tão impressionantes quanto sua aparência é repulsiva.
Lilith foi escolhida para despertar e preparar outros seres humanos para finalmente retornarem ao planeta natal. A Terra está novamente habitável há pouco, porém em condições bem diferentes do que conheciam. Assim, os humanos precisarão desenvolver suas habilidades de sobrevivência, enquanto Lilith terá que superar as próprias suspeitas para liderá-los nessa nova etapa – além de decidir se vale a pena andar sobre a linha do que nos define como humanos.


Ritos de passagem (Xenogênese #2)

Nessa sequência de Despertar, Lilith Iyapo deu à luz ao que parece um menino saudável de nome Akin. Porém, Akin tem na verdade cinco pais: um homem e uma mulher, um Oankali macho e um fêmea, e um Ooloi agênero. Os Oankali e os Ooloi são parte de uma raça alienígena que resgatou a humanidade de uma devastadora guerra nuclear, mas o preço a ser pago a eles é alto, uma vez que os alienígenas são obrigados a unir seu material genético com o de outras raças, alterando drasticamente ambos no processo.
Nesse planeta Terra em reabilitação, essa “nova” raça está emergindo através da mistura de humano/Oankali/Ooloi, mas há também humanos “puros” que escolhem resistir aos alienígenas e a salvação que oferecem. Esses resistentes são esterilizados pelos Ooloi para que não possam passar para frente o defeito genético que os faz destruírem a si mesmos, mas, fora isso, são deixados em paz (a menos que se tornem violentos).
Quando humanos resistentes sequestram o jovem Akin, os Oankali escolhem deixar a criança com seus captores para que ele, a mais “humana” das crianças Oankali, decida se os humanos resistentes devem ter sua fertilidade e liberdade devolvidas, mesmo que isso signifique apenas a volta da sua autodestruição.


💬 Ainda não tive oportunidade de ler nada da autora, mas confesso que tenho muita curiosidade em conhecer suas obras. Elas parecem incríveis! E você, já leu algum?

2 comentários

  1. Oi, Fabi!

    Eu estou com muita vontade de ler os livros da autora, vejo tantos elogios a sua escrita e histórias. Amei seu post, pois agora já sei todos os livros lançados!!!

    Beijão!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Fabiana.

    Eu já vi as capas deste livros pelas redes sociais e tenho muita vontade de lê-los. Adorei conhecer um pouco sobre a autora, vou tentar adquirir pelo menos o primeiro livro para conhecer a escrita.

    Bjos

    ResponderExcluir