Resenha | 36 perguntas que mudaram o que sinto por você, de Vicki Grant

Sabe aquele livro divertido e leve? “36 perguntas que mudaram o que sinto por você”, publicado pela Galera Record, vai proporcionar muitas risadas e deixar o coração cheio de amor.

Vicki Grant

O ENREDO

Duas pessoas totalmente diferentes são colocadas no mesmo lugar para participarem de um estudo do departamento de psicologia da universidade local. Cada um está lá por algum motivo em participar, seja para ganhar dinheiro por essa pesquisa ou apenas para contribuir.

Hildy e Paul são os dois que toparam participar desse estudo. Segundo a universidade, o intuito é “facilitar uma proximidade pessoal e, talvez, resultar em um relacionamento” e para dar continuidade, eles precisam responder 36 perguntas, algumas inofensivas e outras nem tanto.


"Lealdade não é bom se não tiver coragem suficiente pra usar. Arma sem munição." (pág. 101)

Entre essas perguntas, segredos serão revelados, assim como a vulnerabilidade de ambos será exposta.  Entre risos e lágrimas, Hildy e Paul chegaram ao final do formulário descobrindo a dolorosa verdade por trás de cada resposta dada. O mais importante é: eles teriam se apaixonado?

OS PERSONAGENS

Vicki Grant
Sabe aqueles personagens totalmente diferentes, mas que se cruzam simplesmente por conta de um estudo e acabam descobrindo que existe muitas coisas em comum? Foi o que aconteceu com Hildy e Paul.

Diferentes, mas ao mesmo tempo iguais, eles acabam descobrindo a dor, o sofrimento e os momentos de alegria de cada um, tudo de uma forma descontraída e cheia de risadas, afinal, é impossível não rir da forma como Paul age.

Hildy é aquela personagem que gosta de fazer algumas piadinhas e não tem problema em expressar todos os seus sentimentos e contar os detalhes para cada pergunta, diferente de Paul. O humor dele é bem ácido, não tem problema em fazer piadas com qualquer coisa, mas não consegue colocar seus sentimentos para fora. Para ele é difícil falar sobre o seu passado.

Apesar de todas essas diferenças, durante as perguntas, eles vão aprendendo a lidar um com outro e acabam se conhecendo melhor, a ponto de confiarem seus segredos mais íntimos e até mesmo perturbadores.

Vicki Grant

A NARRATIVA

Livros que são narrados em forma de cartas, bate-papos e qualquer coisa semelhante já me agradam logo de cara, e foi assim com “36 perguntas que mudaram o que sinto por você”. Apesar do livro ter uma narrativa normal, quando os personagens estão fazendo as perguntas, é narrado como forma de bate-papo e isso deixou a leitura muito fluída.

A escrita de Vicki Grant é aquela escrita leve, divertida, cheia de humor e viciante. O livro tem 246 páginas e você não percebe a leitura passando, pois em cada pergunta e cada momento vivenciado ali, é totalmente cativante e prende até a última página.


"Então, vá lá e faça de novo. Não vai se arrepender. Ou, na verdade, talvez se arrependa. Mas não tanto quanto se você não tentasse." (pág. 191)

E por falar em última página... O final do livro deixou com aquele gostinho de “quero mais”! Quero mais Hildy e Paul. Quero mais desses acontecimentos arrebatadores e viver todos os conflitos junto com eles. Um livro realmente apaixonante!

FINALIZANDO...

Vicki Grant
Este livro foi inspirado em um estudo de psicologia realizado em 1997 chamado de “a geração experimental da proximidade interpessoal” e que mais tarde foi popularizado pela New York Times. É um estudo que questiona sobre a possibilidade de se apaixonar um pelo outro através das perguntas impostas.

36 perguntas que mudaram o que sinto por você” é aquele livro com uma narrativa leve, descontraída e repleta de risadas, mas que ao mesmo tempo aborda todos os conflitos internos de cada personagem, expondo seus segredos e toda a sua vulnerabilidade.

Um livro que me proporcionou muitas risadas durante a narrativa e até mesmo alguns suspiros. Me fez pensar que o amor pode estar em qualquer lugar, em qualquer hora e que pode ser aquela pessoa que você menos espera. O amor está nas pequenas coisas.

Dois estranhos juntos + dois segredos revelados + 36 questões a serem respondidas = é possível descobrir o verdadeiro amor?  Descubra todas essas perguntas.


Avaliação: 4,5 ❤ - adicione no skoob: 36 perguntas que mudaram o que sinto por você
*livro recebido em parceria com o grupo editorial record.

Título original: 36 question that changed my mind about you
Escritora: Vicki Grant
Editora: Galera Record
Páginas: 252
Lançamento: 2019
Gênero: jovem adulto / romance

SINOPSE
Hildy e Paul têm as próprias razões para participar de um estudo do departamento de psicologia da universidade local que tem o intuito de “facilitar uma proximidade pessoal e, talvez, resultar em um relacionamento”.
O experimento consiste em 36 perguntas, algumas inofensivas, como Quando foi a última vez que cantou sozinho?; outras nem tanto, como Qual sua mais terrível memória? As questões ajudam os dois a desnudar para o outro — e para si mesmos — sentimentos muitas vezes reprimidos. 

Segredos são revelados; vulnerabilidades, expostas. Hildy e Paul chegam ao fim do questionário entre risos e lágrimas, e baiacus voadores! Mas a pergunta mais importante permanece: eles se apaixonaram? 

Resenha | 36 perguntas que mudaram o que sinto por você, de Vicki Grant Resenha | 36 perguntas que mudaram o que sinto por você, de Vicki Grant Reviewed by PS Amo Leitura on junho 19, 2019 Rating: 5

22 comentários:

  1. só pelo título esse livro me chama bastante a atenção, gosto desse tipo de leitura mais leve e descontraída pra intercalar com livro mais densos

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O título é muito amorzinho, né? Garanto que vai gostar da história :)

      Excluir
  2. Pensava que esse livro era de auto ajuda, foi uma grande surpresa a sua resenha sobre ele. Gostei muito, e ja coloquei na minha wishlist de leituras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando eu recebi também achava isso haha mas não, não é. É bem divertido e fofinho! Espero que leia e goste também.

      Excluir
  3. Oiii ❤ Já vi muita gente falando sobre esse livro, a cada resenha que leio sobre, mais curiosa fico sobre a história.
    Achei muito original o fato do livro ser narrado em um estudo. Quero muito saber quais são tais perguntas e como vai ser para os personagens participarem dela.
    Estou precisando mesmo de uma leitura leve e descontraída, pois ultimamente tenho lido histórias mais tensas.
    Obrigada pela dica de leitura ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há perguntas engraçadas, perguntas intensas e perguntas simples. É totalmente uma leitura leve e descontraída, com certeza vai gostar.

      Excluir
  4. Nunca tinha visto nada desse livro.
    Comecei lendo a resenha com um pé atrás, não sei porque. KKKK Mas agora quero muito ler ele.
    Não consigo decidir se gostei ou não da capa HAHAH

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que o título remete a um livro de auto-ajuda, não? haha Mas eu gosto da capa. Espero que você dê uma chance a ele.

      Excluir
  5. Olá! Tô simplesmente fascinada com a premissa do livro! Achei muito legal a autora basear o livro em uma pesquisa, ainda não li nada parecido. Adoro tramas com personagens completamente diferentes, mas que acabam se envolvendo. Estou ansiosa para descobrir quais são as perguntas do questionário e as respostas dos personagens. Com certeza quero muitooo ler esse livro e conhecer Hildy e Paul. Obrigada pela indicação! Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A premissa é bem diferente e ótima, né? O envolvimento dos personagens com as perguntas e tudo mais, foi bem bacana. Espero que tenha a chance de se encantar por ele também.

      Excluir
  6. Interessante a ideia do estudo e das perguntas, acaba ficando uma trama dinâmica mas também que explora os sentimentos e vulnerabilidades dos personagens de uma forma bem legal. Eles tem coisas que me identifico e já acho que iria gostar dos dois. E isso da narrativa só ajuda pra quem quer sair de uma ressaca e ler bem, por exemplo. Bom saber mais desse livro, gostei e leria. Parece bem legal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente isso! É uma leitura leve e bem descontraída que vale a pena.

      Excluir
  7. Como não desejar esse livro depois dessa resenha? Maravilhosa!
    Estou de olho nele desde o lançamento porque amei a temática, fiquei curiosa com as 36 perguntas e encantada como a autora parece desenvolver esse romance.
    Quero ler em breve.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São perguntas bem diversificadas, mas a forma como eles vão se envolvendo... é bem engraçado e fofo. Espero que tenha a chance de se apaixonar também!

      Excluir
  8. Olá Fabiana!
    Achei a premissa do livro bem bacana e original. Que maneira distinta de se apaixonar não? Adoro quando o casal tem senso de humor, e nesse caso vamos mais a findo para descobrir que o humor de Paul é uma armadura pra esconder seus sentimentos. Será que teremos uma continuação?
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, ainda não falaram nada de continuação, mas pelo final, torço muito para que sim! O livro realmente é muito bom.

      Excluir
  9. Olá!
    Já tinha lido sobre esse livro, no momento pensei que fosse algo diferente e não uma historia bem clichê. A trama é bem desenvolvida e tem uma premissa ótima, fiquei muito encantada com os personagens. Já estou querendo ler!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem diferente mesmo e isso encantou (e muito!). Espero que você tenha a chance de ler e se apaixonar por essa trama.

      Excluir
  10. Olá! Não conhecia esse livro ainda. Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  11. Acho que ela conseguiria me submeter a um teste tão invasivo como esse mesmo que seja para o estudo mas de certa forma é um livro bastante interessante que mesmo não sendo meu tipo de leitura conseguiu chamar a minha atenção e ele tem cara de ser bem fofa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu penso a mesma coisa haha mas, para dois solteiros e querendo ajudar no estudo, por que não?! Gostei bastante da premissa e é bem fofo mesmo.

      Excluir

Tecnologia do Blogger.