RESENHA | Nossa história dava um livro, de Paula Ribeiro

Nossa história dava um livro” foi um recebido da autora Paula Ribeiro. É o seu primeiro livro e foi publicado pela editora Pandorga em 2018. Vai contar uma história de dois adolescentes que descobrem o amor.

Paula Ribeiro



O ENREDO

Neste livro nós vamos conhecer Gisele, uma adolescente de 16 anos e que irá começar o segundo ano do ensino médio.

Após as férias de inverno, Gisele só gostaria de voltar para a escola e ter a sua rotina de sempre. No entanto, ela é representante de sua turma e isso significa que ela tem que apresentar a escola para os novos alunos.

Paula Ribeiro
O novo aluno é Luís Henrique.  Ele acabou de se mudar de Portugal, então precisa recomeçar sendo através de uma nova escola e novos amigos. Uma grande mudança.

É a partir dessa apresentação que tudo começa a mudar.  Junto com seus amigos, Gisele enfrentará sua timidez e todos os problemas do dia-a-dia e do ensino médio. Muitas preocupações irão surgir, como escola, amigos, família e principalmente, o primeiro amor.

A PERSONAGEM

Como um livro adolescente, Gisele é uma personagem em fase de amadurecimento, aprendendo o que é amor, aprendendo a lidar com as amizades e todos os acontecimentos decorrentes.

Muitos momentos me senti como Gisele na minha época de escola. Quantas vezes não sofremos por amor? Quantas vezes não ficamos “jogando conversa fora” no intervalo? Quantas vezes o desespero de vestibular e provas finais não atingiu? Acredito que todo adolescente já passou por isso ou irá passar em certo momento.

Outro ponto que me identifiquei muito com ela é como Gisele se entrega totalmente aos seus amigos e aos seus sentimentos. Vive tudo com grande intensidade! Apesar de ter medo de algumas coisas (normal de todo adolescente imaginando a bronca que tomaria dos pais), ela aproveita os momentos de sua vida.

Paula Ribeiro

O ENREDO

A narrativa de “nossa história dava um livro” é bem simples e rápida. Cativa o leitor do começo ao fim do livro, trazendo uma sensação de nostalgia e transbordando o coração de tanta fofura.

O que mais gostei na escrita da Paula Ribeiro é que ela possui um grande potencial. A autora é adolescente, então sua escrita foi perfeita e se encaixou perfeitamente com os acontecimentos cotidianos de muitos jovens. Sua escrita é realmente muito boa e tem uma grande jornada de sucesso em sua carreira.

Paula Ribeiro
A forma como os dois se conhecem também é algo clássico, porém extremamente fofo. A diferença entre eles, mas ao mesmo tempo as semelhanças, foi algo que prendeu a minha atenção e fiquei curiosa para saber como tudo se resolveria.

Como não se encantar com um enredo como esse? Personagens fofos e apaixonados; o leitor acaba se apaixonando também!

FINALIZANDO...

Fãs de infanto-juvenil com romance, prepare-se para deixar seu coração totalmente derretido com essa história. O meu ficou cheio de amor após finalizar a última página.

Relatos do cotidiano de uma adolescente é algo que me agrada e me faz lembrar da minha época de 16 anos, de como foram os acontecimentos e de como poderia ter feito tudo diferente também.

O livro possui menos de 150 páginas, o que proporciona uma leitura rápida e para um dia. Sabe aquele dia chuvoso e preguiçoso, e tudo o que você deseja é relaxar e ler um livro cheio de fofura? Então, essa é a dica perfeita!

Intrigas, primeiro amor, família, dúvidas, primeiro encontro, amizades... todos os problemas enfrentados por adolescente e que parece o fim do mundo, são os temas apresentados em “nossa história dava um livro”. É impossível não se apaixonar.


Avaliação: 4 ❤ - adicione no skoob: nossa história dava um livro
*livro cedido em parceria com a autora Paula Ribeiro

Título original: Nossa história dava um livro
Escritora: Paula Ribeiro
Editora: Pandorga
Páginas: 144
Lançamento: 2018
Gênero: romance / literatura nacional / infantojuvenil

SINOPSE
Gisele mora em Brasília, tem 16 anos e está no segundo ano do Ensino Médio. Ela está voltando às aulas depois das férias de inverno e tudo o que ela queria era voltar para a rotina de sempre. No entanto, o fato de ser a representante de sua turma faz com que ela tenha uma tarefa especial: recepcionar o novato da turma, que acabou de se mudar de Portugal. Ela vai ter que enfrentar a timidez e interagir, o que pode acabar sendo uma boa ideia... A não ser que algo aconteça no meio do caminho e bagunce tudo. Com a ajuda de seus amigos e enfrentando os problemas do dia a dia, ela vai ter que tentar equilibrar todos os pontos da sua vida (amigos, escola, vestibular, família, desamores e amores) para que tudo dê certo no final. Será que ela vai conseguir?

Share:

26 comentários

  1. Acho bem legal umas histórias assim porque é fácil de se identificar, aquelas coisas adolescentes que todo mundo passa ou vai passar mesmo. A personagem parece fofa, fácil de ver no mundo real e tem muitas situações e sentimentos assim. Um livro pequeno e que parece bem gostoso de ler. Traz nostalgia aos mais velhos, familiaridade aos mais novos. Bom pra quando bate aquela vontade de algo mais leve e gostoso de pegar. Achei bem legal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! Conforme você vai lendo, você sem dúvidas se identifica em algum ponto com a personagem e a leitura fica ainda melhor. E como traz nostalgia! Você com certeza vai adorar.

      Excluir
  2. Aquele livro meio sessao da tarde, leve e gostosinho de ler...Parece ser um livro bem amorzinho, e a capa é linda...amo roxo!!! rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lembra sessão da tarde mesmo hahaha e é bem gostosinho de ler, sim! Se você gosta desse tipo de leitura, vai adorar esse livro. E a cor é linda demais mesmo!

      Excluir
  3. Amei a resenha
    E que capa linda mano ��

    ResponderExcluir
  4. Oi Fabi!
    Gosto muito essa mistura de ser infanto-juvenil e todo o drama que causa nesse período nas vidas, não conhecia a autora, mas pela sua resenha deu para perceber que o livro é encantador. Obrigado pela dica, parabéns pela resenha, bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, então com certeza você vai se encantar por esse livro. Espero que tenha chance de ler :D

      Excluir
  5. Olá Fabiana!
    Que legal poder acompanhar o surgimento de mais uma autora nacional cheia de potencial. Achei a história bem leve, e apesar de são ser cheia de grandes acontecimentos nos faz reviver a adolescência e no solidarizar com as inseguranças da protagonista. Achei a capa do livro maravilhosa.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E como revivemos a adolescência com esse livro, hein? Fiquei bem nostálgica hahaha e é verdade... a autora tem muito potencial! Estou ansiosa para ler mais obras da mesma.

      Excluir
  6. Fabiana!
    Será minha próxima leitura e após sua avaliação, já estou bem curiosa, mesmo estando longe da adolescência, afinal já tenho mais de meio século de vida, pude perceber que terei grandes lembranças. E esse é outro ponto positivo do livro, porque afinal, os leitores tendem a se identificar com essa época narrada.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh, que fofa! <3 Fico feliz que tenha gostado da minha resenha. Espero que a leitura seja tão prazerosa para você como foi para mim e te traga muitas lembranças. Depois me conta o que achou!

      Excluir
  7. Essa capa é linda e me parece que a história é bem amorzinho.
    Não sabia que era infanto-juvenil, confesso que no momento não é uma prioridade.
    Mas gostei da resenha, me deu a sensação de ser bastante agradável.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito amorzinho. Apesar de não ser sua prioridade no momento, adiciona na sua wishlist. Você não vai se arrepender!

      Excluir
  8. Olá Fabiana!
    Este é aquele tipo de livro leve que pegamos para ler durante aqueles períodos de ressaca literária, né? De fato, a autora não deixa a desejar ao entregar uma trama adolescente bem construída e que carrega exatamente a essência dessa época tão cheia de descobertas. Confesso que senti falta de uma melhor caracterização dos personagens secundários, porém devemos levar em consideração que o número limitado de páginas exige que os acontecimentos sejam mais diretos.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma trama bem construída mesmo e que enche o coração de amor!

      Excluir
  9. Oi Fabiana, sua linda, tudo bem?
    Não sabia que o livro foi escrito por uma adolescente, acredito que isso acabou contribuindo mais para a identificação com o enredo de pessoas na mesma faixa etária e até mesmo nós, como disse, todos já tivemos essa idade. Adoro romances fofos, já vi que irei adorar. Dica anotada. Sua resenha ficou ótima!
    beijinhos.
    cila.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! <3 O livro realmente é ótimo e traz todos os problemas que já passamos na adolescência e isso só agregou ainda mais valor ao livro.

      Excluir
  10. Olá!
    Adorei a resenha e claro que fiquei curiosa por esse livro, tem uma historia bem jovens, algo que me encanta nos livros, dependo do que vou ler, mas me trouxe essa nostalgia da adolescência..Espero ter a oportunidade de ler!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adoro essa temática também e essa nostalgia é sempre boa. Espero que você tenha a chance de ler e goste também.

      Excluir
  11. Oi, Fabiana!
    Confesso que não curto livros adolescentes, talvez seja por fazer tempo que vivi esse período, ou talvez não queira lembrar dessa época... só sei que livros nesse estilo não conseguem me atrair, principalmente os que foca nos problemas e amadurecimento dos personagens adolescentes... por isso eu não leria Nossa história dava um livro, mas como uma leitora de livros nacionais desejo todo o sucesso a Paula Ribeiro. Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma pena que esse gênero não te agrade tanto :/ mas quem sabe um dia algum livro te cative bastante.

      Excluir
  12. O livro é um clichê fofinho. varias histórias cotidianas de adolescentes, tentando viver o mundo, mas tbm preocupados com o futuro.
    Amei a capa... Amo a cor roxa ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um clichê mega fofinho mesmo, afinal, essa época de adolescente passa voando.
      A capa é linda mesmo!

      Excluir

UA-107092740-1